• Pingback: ()

  • Gabriel Medina

    Há também outra palavra com sonoridade parecida com beach que é beech como em beechwood, um tipo de madeira usado para conservar alguns tipos de bebidas. Em português o nome da madeira e da árvore é faia.

  • Caroline, tudo bem?

    Muito obrigado pela sugestão. Vou fazer um texto sobre esse assunto porque ele causa mesmo muita confusão.

    Abraços

  • Pingback: ()

  • Kika, tudo bem?

    Muito obrigado pelo feedback. Volte mais vezes e comente sempre que puder.

    Abraços

  • Poliana, tudo bem?

    Obrigado pelo interesse no Tecla SAP e pelo comentário. Concordo com as suas observações, mas faço uma ressalva apenas: o som não é exatamente o do “ê”, como o pronunciamos em português. Trata-se de um som intermediário (que não existe em nosso idioma, diga-se de passagem) entre o nosso “i” e o nosso “ê”.

    Quando a palavra “bitch” é pronunciada para ofender, como nos exemplos dos dois vídeos, o som do “i” em “bitch” fica ainda mais próximo do “ê” em português.

    Por não conseguirmos usar aos símbolos do IPA aqui nos comentários, não há como fazer a representação gráfica desse som. Mesmo assim, acho que as explicações do texto do Prof. Michael Jacobs e mais as colaborações nos comentários deixaram a questão bem clara, não é?

    Outro aspecto importante: a confusão geralmente acontece quando alguém quer dizer “praia” (beach) e acaba saindo “bitch”; não o contrário, né? 🙂

    Abraços

  • Gabriel, tudo bem?

    Mais ou menos. A pronúncia é, sem dúvida, um item importante e merece atenção, mas tudo com equilíbrio. Vejo também pessoas que têm quase uma obsessão com a pronúncia perfeita, algo que já uma meta quase impossível.

    A meu ver, o que conta muito mais é o conjunto. Uma dieta rica e variada só pode fazer bem à saúde. 😉

    Obrigado pela visita e pelo interesse no Tecla SAP. Volte sempre!

    Abraços

  • Mrs. March,

    Obrigado pela gentileza de comentar. Concordo com as suas observações.

    O cuidado maior nessa diferenciação acontece em especial com a dupla “shit” x “sheet”, como no caso que é descrito no link acima. Na frase em questão, o contexto não favoreceu o orador.

    Abraços

  • Braian, como vai?

    Muito obrigado pelo comentário. Explique, por favor, como é a cena para quem não assiste à série. Obrigado.

    Abraços

  • Gabriel, tudo bem?

    A diferenciação é válida, mas o único senão é que não é som de “ê” exatamente. O som do “i” em palavras como “it”, “bit”, “fit” etc. é algo que fica entre o “ê” e o nosso “i”, mas mais perto do “i” mesmo, além de ser mais curto também.

    Abraços

  • Beatriz Rodrigues

    Sim, um dessas que tem vergonha de falar praia, mas acho que o problema maior é quando se esta falando rápido.
    No geral, se eu falar ds forma pausada sai direitinho, assim como world, que numa frase me enrosco toda.

    Obrigada por mais uma dica (^_^)

    • Beatriz, tudo bem?

      Sem contar o bom e velho contexto, né? Obrigado pela visita e pelo comentário simpático.

      Abraços

  • Bitch soa como bêtch, e curto,

    • Braian Nunes

      Yep!

  • Pingback: ()