• Pingback: ()

  • I knew the word, but I didn’t know its origin or use as you put here! #Thanks!

    • Hello Poliana,

      Thank you for taking the time to write to us. That’s very kind of you.

      Take care

  • Pingback: ()

  • antonio gomes lacerd

    Ulisses, dizem que FUCK é acrônimo de (For Unlawful Carnal Knowledge)
    taxa que os soldados britânicos teriam que pagar quando fossem pegos transando sem permissão do exrcito
    Ou ainda acrônimo de (Fornication Under Consent of the King). tipo um passe, permissão ou coisa similar.
    Na Inglaterra antiga as pessoas solteiras só poderiam traansar se tivessem consentimento do rei.

    • Antonio, tudo bem?

      Dizem? Quem? É lenda. Não há nenhum estudo etimológico minimamente sério que sequer cite essa possibilidade.

      Abraços

  • Marcio Andre Santanna

    Existe o termo “frak”, que significa a mesma coisa, que se popularizou com a série Battlestar Galactica de 1978.

    • Marcio, tudo bem?

      Obrigado pela contribuição. Existem muitos eufemismos para “fuck”. A lista parece não ter fim… 😉

      Abraços

  • Ulisses Wehby de Carvalho

    Marco, tudo bem?

    Pois é, essa é uma versão repetida à exaustão, mas que não encontra respaldo em nenhum estudo etimológico sério.

    A explicação em si é esdrúxula, não é? Imaginar que o Rei daria autorização para alguém transar é demais. Se até na frente de 45 câmeras do Big Brother o neguinho transa embaixo da coberta, quem vai achar que o soldado – ou quem quer que seja – iria se segurar na Idade Média, se não tivesse a autorização? Não cola…

    Abraços

    • marco

      Ola Ulisses. Tudo bem!
      O motivo pelo qual não se deve “transar” antes de grandes esforços físicos (campo de batalha, ringue, jogo de bola) é que drena o corpo de energia que vai fazer falta a seguir. Eu como desportista, sei disto, leva cerca de 2 dias a “recarregar completamente”. Além do mais, nos séculos XV e seguintes, os soldados abordavam as meninas em bordeis com bares. Além do bem-bom, também se embebedavam, o que não era nada bom se houvesse batalha no dia a seguir. Claro que não era o Rei em pessoa que emita cada documento mas sim o modelo. Se um ou mais soldados fossem apanhados nos bordéis sem a dita licença, seriam punidos. E ainda hoje, um militar(soldado) não pode sair do quartel sem autorização de um superior e também não pode “transar” dentro do quartel e muito menos em campanha. Também fui militar e sei disto.
      Mas também não posso afirmar com certeza que seja esta a origem. Foi-me explicado por um professor Inglês.
      Sempre muito gosto em debater estar coisas!
      Abraço

      • Ulisses Wehby de Carvalho

        Marco,

        As razões – pró e contra – a prática de relações sexuais antes de grande esforço físico não está em debate.

        O professor de inglês que repassou a informação a você muito provavelmente a repetiu sem confirmar a origem. Só isso.

        A origem etimológica da palavra é a que foi dada pelo Prof. Jack Scholes no texto do post.

        Abraços

  • Gerson Guedes

    vai ser o post mais votado…

    • Gerson, tudo bem?

      Obrigado pelo interesse. * Só serão válidos os comentários feitos com o seu perfil no Facebook e com a opção “Post to profile” habilitada.

      Abraços a todos

  • Alice Nielsen

    Parabéns pelo tecla SAP, vivo na Dkinamarca e e muito bom ter referências do português para melhor entender o inglês que aqui e muito mais influenciado pelo inglês britânico. Um abraço e aqui vai uma dica: porque não um curso online? Seria a primeira candidata. Um abraço e obrigada pelos esclarecimentos.

    • Ulisses

      Alice, como vai?

      Obrigado pelo feedback simpático. É muito bom saber que o Tecla SAP ajuda os brasileiros que vivem em vários países. Volte mais vezes.

      Abraços a todos

  • karla

    É tipo aki na minha região, as pessoas falam muito “porra” para coisas boas e ruins. Cara…o tb é muito usado. Tipo se uma festa está boa, dizem: “Festa boa do cara..o.” ou se quer mandar a pessoa pro inferno tb dizem: “Vá pra casa do cara…o”.

  • Ana

    Ulisses gostei do artigo, mas ainda continuo com dúvida em uma coisa que me ocorreu.
    Pelo que sei e entendi no seu artigo, o fuck pode ser usado pra expressar coisas boas e ruins.
    Aconteceu comigo que elogiei o trabalho de uma pessoa (uma guitarrista e cantora) no twitter e a resposta que ela me deu foi “Fucking A girl!” rsrs. Eu to aqui me questionando se isso foi uma coisa tipo “To nem aí garota!” ou “Você é foda!”, por exemplo.

  • Eu traduziria “Don’t fuck with me” ao pé da letra.

  • Francisco Lucas

    Caro Ulisses, um muito obrigado pelo seu trabalho, por este blog fantástico, onde aprendemos tantas “nuances” da riquíssima língua inglesa, na sua enorme multiplicidade de expressões e diferentes sentidos das palavras.
    Notei que neste secção dos palavrões não foram mencionadas as palavras “cunt” e “cock”/”cocksucker” (que eu penso que são palavrões fortes do Inglês norte-americano, pois ouvem-se muito menos nos filmes do que o já corriqueiro “fuck”). Depois, há ainda uma expressão, que julgo que é do Inglês britânico, que é “wanker”, para a qual acho muito difícil encontrar uma tradução adequada.

    Mais uma vez obrigado pelo seu trabalho e dedicação e tudo de bom para você!
    Francisco Lucas

  • Loroi Martins

    Conheci uma pessoa em Londres que não conseguia dizer dez palavras sem inserir um FUCK ou FUCKING. Aliás, achei interessantíssima a expressão: it’s fucking cold!

  • Silas C.

    Sobre onde usar que Ulisses tanto destaca
    é que nem na vida aqui no Brasil, existem vários palavrões comuns que pessoas usam sem se ofender, para descrever que algo está bom ou o azar de outra coisa ter acontecido, como chutar com o dedo mindinho a sua cama.

    Mas existe hora e lugar, você não fala isso na frente do seu chefe ou numa reunião de negócios, agora fora do trabalho é bem possível escutar seu chefe xingando num jogo de futebol.

    Abraços e bons estudos.

  • Eu não consigo mais deixar de visitar o Tecla SAP pelo menos uma ou duas vezes ao dia. Este é um verdadeiro exemplo de trabalho bem feito e feito com alegria. Congratulations…

    • Reinaldo

      Reza a lenda que, na era medieval, o sexo só era permitido com autorização do Rei. Assim, quando um casal obtinha tal anuência, escrevia na porta do quarto: Fornication Under Consent of the King, ou apenas a sigla…

      • Ulisses

        Reinaldo,

        Tudo bem? Obrigado pela participação. Essa lenda, mesmo sendo repetida à exaustão, não deixa de ser inverossímil. Quem pode, em sã consciência, acreditar que os casais colocariam uma placa na porta de fora das casas para avisar que tinham autorização do rei para transar? Na Idade Média? É troll, né? 😉

        Abraços a todos

  • Claudiney

    Quer Muiitas aplicações da palavra ”Fuck”?
    Assista Scarface, tem mais de 250 mençoes
    (de preferencia assista em ingles =)

    • CptGuapo

      Outro bom filme com vários empregos da palavra é “Um Drink no Inferno”. George Clooney expandiu meus horizontes em relação à palavra.

  • Caroline

    Esse ‘fanfuckingtastic’ é novo pra mim, adorei!
    meio complicado falar.. hehe

  • Amanda

    Acho mto importante saber esses tipos de coisas [ acho que quando voce está disposto a aprender um outro idioma precisa saber de tudo ]
    Minha Opinião !!

  • Rodrigo

    me impressiona como tem gente que prefere ficar na ignorância em nome “da moral e dos bons costumes”. it’s just sad.
    congratulations on your blog. it’s effing good!!! lol

  • alves

    it was a fucking good post!

  • Izabel

    Gostei do post! Estive nos USA e reparei que essa palavra, apresar de ser de baixo nível, é muito usada por lá. Fiz amigos em um restaurante da Califórnia, e eles usaram a expressão “It was a fucking good” e na hora não soube o significado.

    • Izabel,

      Obrigado pelo comentário. Só tenha cuidado com o “muito usada por lá”. Ela é de fato muito usada, mas não é em todo ambiente e/ou situação que ela deve ser usada. É um enorme palavrão e tem que ser empregada como tal.

      Abraços a todos

  • mabi

    rararaarararararararararara

  • Expert

    Correção – Fuck You – Vai Se Foder
    Fuck It – Foda-se ;D

  • Thiago

    Quanto ao sobrenome, o correto é Fück, e é de origem alemã, se pronuncia fick.

    Tem até uma marca de janelas e produtos para construção chamada Carolina Fück

  • wilker

    na musica housa party da banda 3oh!3 eles falam fuck djs oq quer dizer? fodam _se djs?

  • gabriel

    nao aprendi nada entao nao presta

  • Thayse

    Leitora assídua do blog ‘há séculos’! Recomendo sempre a qualquer pessoa que me pergunta como quais sites eu uso para aprender, estudar, me atualizar… Quanto ao ‘fuck’, sempre me lembra o Al Pacino!(Scarface e tantos outros filmes incríveis dele)

  • pergutei pois a lindsay lohan foi ao tribunal com esse palavrao

  • oii como ce escreve en ingles inverno , verão , cachicou.

    • Ulisses

      rhaianny ,

      Obrigado pelo interesse no blog. As dúvidas de inglês são esclarecidas no “Fórum Tecla SAP“. Assim mais gente colabora dando outras contribuições e todos saem ganhando.

      Abraços a todos

    • Alanis

      Aprenda a escrever em português primeiro.

  • camila

    Tem uma Fiat Fuck, é um sobrenome mesmo, mas parece que é de outro país ou outra origem.

    Veja: http://www.fiatfuck.com.br/

    • Ulisses

      Camila,

      Pois é, tem jeito de ser alemão. Obrigado pelo comentário e pelo interesse no Tecla SAP.

      Abraços a todos

  • Jhunnior

    Uma curiosidade:
    há quem diga que o termo nasceu na idade média, quando as bodas só poderiam acontecer sob o consentimento do Rei.
    Então os soldados pintavam nas portas dos “autorizados”: F.U.C.K que era o acrônimo de “Fornication Under the Concern of the King”

    • Ulisses

      Jhunnior,

      Já li essa versão muitas vezes, mas ela é falsa. Quem é que acredita em uma história dessas? Quer dizer que se o rei não autorizasse, as pessoas não “coisavam”? 😉 Outra coisa: a palavra é “CONSENT” e não “CONCERN”.

      Abraços a todos

  • danielle

    essa palavra tem um significado muito feio na língua inglesa,eu acho estremamente vulgar!!!!!!!!!!

    • Ulisses

      Danielle,

      Obrigado pelo comentário. Não se trata de “achar” vulgar. A palavra, como diz o texto claramente, é de fato vulgar e ofensiva. A intenção do blog é exclusivamente informar.

      Não recomendo nem condeno quem usa ou deixa de usar, muito pelo contrário, se é que me faço claro! 😉

      Abraços a todos

  • Julia

    Vale como curiosidade, sem dúvida…mas acho que sempre é melhor usar a boa educação em qualquer situação e não saber o significado não faz falta nenhuma…é até melhor, pois voce não se ofende se não entende.

    • Ulisses

      Julia,

      Cada cabeça, uma sentença… Tem gente (e muita gente!) que prefere saber. Usar ou não usar, é outra história.

      Abraços a todos

  • Amauri

    Ulisses,

    First of all, this article is fucking awesome! Hahah!

    Uma alternativa para “I don’t give a fuck.”, se precisar manter o palavrão: “Estou pouco me fodendo!”, ou pior: “Estou cagando e andando!”.

    Além disso, outra possível tradução para “This is fanfuckingtastic!” seria “Isso é do caralho!”

    É claro que tudo depende do contexto e da empresa para que você estiver traduzindo.

    Ah, e, com relação ao que a Sâmella disse, acho que isso esclarece um pouco as coisas:

    “fuck all
    Brit.
    absolutely nothing.” – Concise Oxford English Dictionary

    Enfim, Espero ter acrescentado algo! 🙂

    Abraços!

    • Ulisses

      Amauri,

      Obrigado pelo comentário e pelas sugestões de tradução. Acrescentou, sim! Volte sempre.

      Abraços a todos

  • Sâmella

    Esse Fuck All ai… esta certo? O significado.

    • Ulisses

      Sâmella,

      Tudo bem? O texto publicado aqui foi extraído de um livro, com as devidas autorizações da editora e do autor, é lógico. Leia as credencias de Jack Scholes, autor do livro, clicando no link no rodapé do post. Obrigado pelo interesse no Tecla SAP.

      Abraços a todos

  • Caramba!”fanfuckingtastic!”
    LOL! Eu escutei em um filme também:
    “CongratuFUCKINGlations”! E achei interessante…! E como foi dito aqui, escutei esses dias no comercial do seriado “Weeds” onde a principal (Mary-Louise ) disse: “What the eff” Aí eu pensei, “hummm, uma forma “menos rude” de se dizer “fuck”! Por isso é bom estar com uma ateninha na TV e outra aqui no blog!!
    Obrigada!

    • Ulisses

      Graziela,

      Obrigado pelo interesse. Gostei da frase “uma anteninha na TV e outra aqui no blog!”. 😉 Volte sempre!

      Abraços a todos

  • Márcio Lima

    Se alguém tiver ainda mais curiosidade sobre o uso do termo, aí vai uma dica:

    http://www.sk.com.br/sk-humor.html#fuck

    Conheço o site desses dois linguistas há mais ou menos o mesmo tempo que conheço o Tecla Sap. O site é ótimo, têm muita informação legal, a seção “humor” é simplesmente hilária e serve para vermos que até as pessoas mais inusitadas usaram essa palavra.

    • Ulisses

      Márcio,

      Obrigado pela indicação! Concordo plenamente com as suas observações sobre o “English Made in Brazil”.

      Abraços a todos

  • Walter

    Eu estava em um restaurante e minha amiga me perguntou como era garfo em inglês, eu disse “FORK”, ela querendo pedir outro prato e mostrar que comia bastante, virou pro garçom e disse o que não teria sentido pra ele “I’m a good fork” ele entendeu “I’m a good fuck”.

    Parabéns pelo site, muito bom.

    • Ulisses

      Walter,

      Obrigado pelo interesse no Tecla SAP e pelo relato da história. Quem mico, hein? Todo cuidado é pouco numa hora dessas…

      Abraços a todos

  • Cleilton

    Quem quiser mesmo aprender como usar FUCK basta assistir ao seriado DEXTER e prestar atenção na personagem DEBRA!!!! rsrsrs Acho que ela usou todos os exemplos acima!

    • Ulisses

      Cleiton,

      Obrigado pela contribuição. Volte mais vezes!

      Abraços a todos

  • Vladimir

    “esses tipo de expressao pode ajudar muito ”
    “adorei vo falar isso todos os dias!”
    Só uma sugestão: Aprendam um pouco de português também. E pontuem as frases, pelo amor de Deus!

  • Beatrice

    “FUCK YOU” adorei vo falar isso todos os dias! rsrsrsrsrsrsrsrsr

    • Ulisses

      Beatrice,

      Sério?!? 😉 Não me venha dizer depois que eu não avisei… hehehe…

      Abraços a todos

  • Eu gostei muito do site e já adicionei aos meus favoritos. Parabéns!

    • Ulisses

      Kelson,

      Obrigado! Espero que você volte mais vezes. Sinta-se em casa!

      Abraços a todos

      • Marcos Gomes

        Ulisses, admiro e respeito muito o seu trabalho, tanto como intérprete como blogueiro!!! Já adquiri alguns e-books seus aqui no site e sempre aprendo bastante com sua vasta experiência.
        Uma curiosidade a respeito do termo FUCK. É verdade ou é piada que ele deriva da expressão Furnication Under Consent of the King?

        • Ulisses

          Marcos,

          Tudo bem? É troll, né? É só parar e refletir um pouco: dá para imaginar alguém colocando uma placa na porta de casa para dizer aos vizinhos e transeuntes que o casal tem autorização do rei para transar? E ainda por cima na Idade Média? Só pode ser brincadeira.

          Abraços a todos

  • Eriq

    kra muito obrigado esses tipo de expressao pode ajudar muito ( talvez nao outras pessoas mais creio que apra min pode sim ^^) eu tinha muita curiosidade sobre o “fuck off” e acabei procurando e encontrei mais informaçoes.Também a palavra “fuck” nao serve para pronunciar palavrões mais para dar….vamos dizer mais força para a palavra, o que dificulta muito para poder entender o ingles sao as expressoes, palavras que quando se juntam tem 1 outro significado, por exemplo:
    something like….as……e outras ai ^^.Muito obrigado

  • aline

    Nossa é um significado tão feio, tenho conhecidos que o sobrenome é FUCK, estranho né

    • Ulisses

      Aline,

      Muito estranho mesmo… Obrigado pela visita e pelo comentário. Volte mais vezes.

      Abraços a todos

  • Ulisses

    Gilson,

    Obrigado pela participação aqui no Tecla SAP e pelo elogio. Qual é o povo que não fala muita gíria? É lógico que os tipos e a quantidade variam de acordo com a faixa etária, grupo social e principalmente com quem estamos interagindo em um determinado momento. Posso usar uma gíria com um colega de trabalho, outra com um amigo ao telefone e outra bem diferente jogando tênis no clube.

    Abraços a todos

  • Gilson

    Você está de parabéns, estou gostando de receber suas newsletter com dicas. Aproveito para tirar uma dúvida relacionada ao uso de gírias: é verdade que no dia-a-dia o americano fala muitas gírias?

  • Ulisses Wehby de Carvalho

    Djan,

    Obrigado pela sugestão. Outra alternativa é ouvir rap. 😉

    Abraços a todos

  • Djan

    Se quiser aprender novas aplicações da palavra fuck, é só assistir o programa Kitchen Nightmares no canal pago GNT.

    • Igor

      Verdade, cada frase do chefe tem uns 3 fucks

    • Assim como em Dexter, onde a irmã dele consegue enfiar fuck em tudo… kkkk