• E aí, Roberto?

    Muito obrigado pela participação. Aos poucos e sem pressa exagerada, as coisas vão se encaixando e passam a fazer sentido. Bons estudos! #tamojunto

    Abraços

  • Pingback: ()

  • Pingback: ()

  • Sávio

    Basta pensarmos da seguinte forma. Quando se usa LEND a ênfase é dada na pessoa que empresta. Quando se usa BORROW a ênfase é dada na pessoa que pede emprestado.

  • diego

    desculpe-me mais o exemplo utilizado nao me esclareceu muito. eu faço curso demingles particular e lá, aprendemos que para pedirmos algo emprestado de alguem usamos o “lend”
    tipo assim:
    ” can you lend your black pen?”
    (você poderia me emprestar sua caneta preta?)
    ai o exemplo que foi utilizado esta contradizendo essa forma! :S

    • Marcelo

      No Caso em questão preste atenção no sujeito
      Can YOU lend your pen.
      (lend to me)

      Can I borrow your pen.
      (borrow from you )

      Ambas dizem a mesma coisa com palavras diferentes

      • Marcelo,

        Obrigado pela colaboração. Valeu! Volte sempre.

        Abraços a todos

        • Marcio

          Amigos.

          Apesar de um comentário bastante atrasado (em 2014), quando estudei aprendi que Lend é quando alguém oferece emprestado e Borrow e quando alguèm pede emprestado…

          Honestamente faz muito tempo, então se estiver enganado, agradecerei a atualização e aprendizado.

          Abs.
          MDias.

  • sasa

    muito facil isso, foi bem direto valeu

  • Ulisses

    Isabela,

    Obrigado pela visita e pelo comentário elogioso. Volte mais vezes.

    Abraços a todos

  • Isabela

    Nossa, eu tive dificuldade com isso no início, agora já tô bem melhor.. Valeu aê, maravilhoso o blog.

  • Ulisses

    Alessandro,

    Obrigado pelo comentário acima. Concordo plenamente com suas observações.

    Abraços a todos

  • Alessandro Brandão

    Aqui você deu um pista do que eu acredito ser o segredo para aprender Inglês: collocations. Não adianda aprender palavras isoladamente. Neste caso se a gente gravar na memória “Lend to” e “Borrow from” fica impossível errar. As colocações (Collocations) são o segredo.