• Pingback: ()

  • Pingback: ()

  • Ulisses

    Adriano,

    Escrevi outro dia na comunidade Tecla SAP no Orkut que de futebol e de tradução todo mundo entende. Ou melhor, “acha” que entende. Portanto, se você não sabe se a tradução foi feita por um profissional (o que é pouco provável em textos na internet) é imprescindível ficar mesmo com um pé atrás. Melhor dizendo, com os dois… 😉

    Abraços a todos

  • Adriano

    com certeza!!..rss

    mas valeu pelo seu post!…. porque nunca tinha questionado essa tradução… já que nao conhecia essa expressão.

    me fica a lição de “always take these translations with a pintch of salt! ”

    abraço!

  • Ulisses

    Adriano,

    Não sei responder a sua pergunta. Seria “inguinorança”? 😀

    Abraços a todos

  • Adriano

    Ulisses, porque sempre traduzem a seguinte frase da música “happiness is a warm gun” dos Beatles:
    “Mother superior jump the gun” como “A madre superiora sacou a arma” ?

    abraço
    adriano.

  • Ulisses

    Rafael,

    Tudo bem? Obrigado pela observação. Também procuro fazer esta distinção até quando estou traduzindo em cabine.

    A frase do exemplo, no entanto, está “solta”, ou seja, não há contexto que defina de que verão se está falando. Além disso, o foco do exemplo é a expressão “queimar a largada”, certo?

    Abraços a todos

  • Rafael de Sá Cavalcanti

    Lembrando que, dependendo da origem do texto, “verão” significa meses diferentes. Por isso eu sempre tento especificar a qual verão o texto se refere, se é verão do Hemisfério Norte ou do Hemisfério Sul. 🙂