• Carol

    Olá Ulisses, gostaria de saber se existe alguma exceção a essa regra ou se isso muda do inglês britânico. Estava resolvendo exercícios de simple past e present continuous pelo ‘Grammar Advanced in Use’ e respondi de acordo com essa regrinha. Porém, quando fui conferir as respostas, havia liking como resposta pra uma das questões! Agora tô confusa…

  • Irineu

    Legal embora eu soubesse que liking era errado e conhecendo as expressões com enjoy nunca vinha a minha mente utiliza-las enquanto estou conversando e ficava meio uma vazio na hora de expressar que estava gostando de algo normalmente eu usaria apenas like mesmo.
    Mas agora vou tentar utilizar essas expressões com enjoy.

  • alex mendes

    o título diz verbos que não usados no tempos contínuos, então, gostaria de outros exemplos além do verbo TO LIKE. Grato.

  • Miriam Góes

    Muito bom o post, Ulisses! Obrigada por nos manter sempre atualizados e afiados!
    Adorei suas considerações finais rsrs.
    Pois é, assim como nós, falantes da língua portuguesa temos dificuldades com o idioma e certas peculiaridades, também os falantes de língua inglesa podem errar com o inglês. Inclusive na letra da música né! Hahahaha!
    Mas também sou a favor de que nós estrangeiros aprendamos e pratiquemos a forma gramatical mais correta.
    Um abraço!!

    • Ulisses

      Miriam,

      Obrigado pelo feedback. Agradeço os elogios em nome do Michael Jacobs, autor do texto. Volte mais vezes!

      Abraços a todos

  • Johnny

    Professor li uma vez que o verbo ”feel” também não é correto usa-lo na forma contínua, mas vejo frase assim: ”How are you feeling?” Está frase está correta? Ou correto seria ”How do you feel?”

  • Gouveia

    Tenho certeza de que, após essa dica, eu jamais irei escutar esse erro (pelo menos assim espero). Texto sobre “liking”. Escutar é um verbo que se refere a “estar atento para ouvir” e ouvir se refere a “capturar o som”
    Ex. Você pede a alguém para colocar o ouvido na porta e ficar escutando. Meia hora depois você pergunta “Esteve escutando todo o tempo?” – Sim. “Ouviu alguma coisa?” -Não. São parecidos mas têm sentidos diferentes. Então a frase deveria fica assim: Tenho certeza de que, após essa dica, eu jamais ouvirei esse erro (pelo menos assim espero).

  • Matheus

    Olá!
    Adoro todas as dicas do site e que recebo pelo twitter, mas queria receber por e-mail também! como faço?

    Obrigado!

    • Ulisses

      Matheus,

      Tudo bem? Obrigado pelo interesse no Tecla SAP. As instruções para receber as dicas por e-mail estão na coluna da esquerda do blog, logo abaixo do banner do Submarino. Valeu!

      Abraços a todos

  • Elaine

    olá gostaria de receber informações via email também… como faço para conseguir? tamb´rm gostaria de conhecer mais alguns verbos que não são utilizados no presente contínuo no inglês
    grata
    elaine

    • Ulisses

      Elaine,

      Obrigado pela visita. As dúvidas de inglês são respondidas no “Fórum Tecla SAP” em http://www.teclasap.com.br/forum/ . Obrigado. Para receber as dicas do blog por e-mail, basta digitar seu endereço eletrônico no campo indicado na coluna da esquerda do blog.

      Abraços a todos

  • Viviane

    Ola !
    Bom o que acontece no caso da propaganda do Mc’Donalds que diz I’m lovin’ it, o verbo love tambem eh do mesmo jeito que o verbo like, nao??
    Tks

    • Ulisses

      Viviane,

      Obrigado pela participação no Tecla SAP. Observe que o uso de “loving” nesse caso tem pouco a ver com a acepção mais comum do verbo. Ao se referir ao restaurante, “loving” está mais para “enjoy” do que para o sentido presente na frase “I love you”.

      Abraços a todos

  • Gullit

    Muito bom o texto!

    “3) Não é todo grupo de Liverpool que fala bem inglês.”
    kkkkkkkkkkkkkkk

    Como o Ulisses disse acima, para nós é melhor seguir a regra, é isso que faço sempre.

    • Ulisses

      Gullit,

      Obrigado pela visita e pelo comentário simpático. Volte mais vezes!

      Abraços a todos

  • amyr

    oláa, eu não sei ao certo se gramaticalmente é correto, mas o uso continuo de like e outros verbos, são constantemente usados no Inglês da Índia…

    • Ulisses

      Amyr,

      Obrigado pelo comentário. O que você quer dizer com “constantemente”? Em que situações? Formais ou informais? Em que contextos? Entre executivos de uma empresa com bom nível educacional ou “na rua”?

      Abraços a todos

  • Ellise

    Ulisses/Michael, como sempre, ótima dica!
    Acompanho sempre o blog, é mto bom, msm!

    Quanto ao caso da colocação pronominal, creio que o correto é “manter-lhes-ei”, sim.
    Só seria “vos” se concordassem com “vós”, não creio que o Michael trate seus amigos por “vós”. rs
    Já que é “vocês” o correto é sim “lhes”, já que pronomes de tratamento sempre seguem a concordancia com a 3ª pessoa.

    • Ulisses

      Elise,

      Obrigado pela colaboração. Volte sempre!

      Abraços a todos

  • André Filipe

    Caro Ulisses, creio que o certo é o uso de outro pronome no caso do verbo manter, que é transitivo direto, ou seja, não precisa do uso da preposição.

    Creio que o certo seja “mantê-los-ei informados, uma vez que o verbo manter é transitivo direto. “mantenho você informado” em vez de “mantenho a você informado”.

    Não tenho 100% de certeza, mas creio que esse seja o correto.

    • Ulisses

      André,

      Obrigado pelo interesse no Tecla SAP. Como eu já disse em outro comentário, deixo o assunto para os especialistas em língua portuguesa. Tenho certeza de devem ser vários entre os nossos leitores. Valeu!

      Abraços a todos

  • Glauber

    Caro Michael,

    Venho acompanhando o Tecla Sap há pouco tempo, mas já o incluí nas minhas fontes de pesquisa sobre a língua inglesa. Por isso, sinto-me na obrigação de fornecer uma pequena ajuda com o português: manter-lhes-ia sim seria correto, se o objeto a que “manter” se refere for indireto (manter a algo ou a alguém). Como no caso o objeto é “vocês”, ou seja, direto (sem preposição), o pronome “lhes” não pode ser utilizado. O correto então seria “manter-vos-ei”.

    No resto, um abraço e muito obrigado pelas grandes dicas!

    • Ulisses

      Glauber,

      Obrigado pelo interesse no Tecla SAP e pela colaboração. Volte sempre!

      Abraços a todos

  • Thiago Kafa

    PS: Achei os verbos num dos Related Posts.
    Quanto à sua mesóclise, duas considerações:
    a) Segundo me lembro, a mesóclise é usada apenas em inícios de orações onde não há pronome pessoal reto (sujeito oculto). Assim, diria-se “Manter-lhes-ei” ou “Eu lhes manterei”.
    b) O uso de “lhes” está correto? Quem mantém, mantém alguém, e não “a alguém” (é um objeto direto, e não indireto). Me parece que o correto seria “Eu os manterei informados”. Concorda?

    • Ulisses

      Thiago,

      Deixo a questão sobre a língua portuguesa para os especialistas no assunto. Obrigado pela visita. Volte sempre!

      Abraços a todos

  • Thiago Kafa

    Olá,
    Como eu faço para receber essas dicas que você envia por e-mail? Gostaria de ser incluso na lista também.
    Quanto aos verbos não usados em tempos contínuos, sempre tive certa dúvida com relação a eles. Alguém poderia dar mais exemplos? Sei que “to understand” também é um deles.

    • Ulisses

      Thiago,

      Obrigado pelo interesse no Tecla SAP. Siga as instruções no canto superior esquerdo do blog para fazer seu cadastro e receber as dicas por e-mail. Quanto à dúvida, vou incluir uma lista de verbos que não são normalmente usados no gerúndio.

      Abraços a todos

  • Cici Leme

    Realmente já ouvi várias vezes, em filmes, o uso do like na forma continuada. Em filmes bastante populares, aliás. Isso me chamou a atenção, pois sempre soube que gramaticalmente é errado. No entanto, percebi que no uso informal é comum que alguns verbos de “feelings” assumam a forma continuada, como se para expressar melhor a sensação daquele momento e a possibilidade de uma possível mudança.

    • Ulisses

      Cici,

      Obrigado pelo interesse no Tecla SAP e pelo comentário. Você tem razão quando afirma que alguns desses verbos são usados na forma contínua. Observe que não são todos e o emprego é somente em casos específicos. Para nós “estrangeiros” falando inglês, é mais prudente seguirmos a regra.

      Abraços a todos