Brasileira paga mico na rodoviária de Londres

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Contribuição anônima

perder o ônibusEu estava em Londres e havia me programado para viajar de ônibus para Liverpool. Como de costume, acabei perdendo a hora e fiquei desesperada. Um amigo australiano, que iria me acompanhar até a rodoviária, me convenceu, após muito esforço, a tentar trocar a passagem. Naquela época, eu acreditava que os ingleses eram muito rigorosos com essas coisas de horário e confesso que me deu vergonha de ir pedir para trocarem o bilhete. Na minha cabeça, seria um processo muito complicado e me daria mais dor de cabeça.

Como esse amigo insistiu muito, fui ao guichê e tentei explicar o meu caso. Disse: “Oh, I lost my bus! Could you change my ticket?” [Ah, perdi meu ônibus! O senhor poderia trocar a minha passagem?]. O homem no guichê, muito simpático, sorriu e me disse: “Yes, of course!” [Claro que sim!]. Mas antes de me dar outra passagem, ele parou, olhou para mim com um leve sorriso e perguntou: “So, how did you lose your bus? It’s a huge bus, you know? It’s quite difficult to lose such a big thing.” [Então, mas como você conseguiu perder o ônibus? É um ônibus enorme, sabia? Não é fácil perder uma coisa assim tão grande.] Sem entender o que havia de engraçado com a história, fiquei tentando explicar o que havia acontecido, ou seja, que eu tinha perdido a hora e, consequentemente, o ônibus. Mas os dois continuavam rindo. Finalmente, o australiano me explicou: “You miss your bus. You don’t lose your bus!” [Você perde o ônibus. Você não perde o ônibus!].

Cf. O que “Kombi” tem a ver com “ônibus”?!?
Cf. Expressões Idiomáticas: Perder o Bonde

MORAL DA HISTÓRIA: O motivo da confusão já foi explicado no relato acima. Confira as dicas em “Falsas Gêmeas: LOSE x MISS” para não esquecer mais a diferença entre essas duas palavras da língua inglesa e não sair por aí pagando mico à toa! 😉

Cf. Textos Mastigados

Referência: “Aprenda inglês com humor – Micos que você não pode pagar”, de Ulisses Wehby de Carvalho, ©Tecla SAP, 2012. Leia a resenha.

Quem nunca deu uma bola fora ao falar inglês? Os relatos de situações constrangedoras vividas por quem ainda não possui domínio da língua inglesa têm o objetivo de divertir, ensinar e evitar que mais gente caia nas mesmas armadilhas. Se conhecer um caso parecido, envie mensagem para [email protected]. Nomes e e-mails não são divulgados nesta seção.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

25 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sávio
Sávio
8 anos atrás

kkkkk esse foi muito bom!
Parabéns pela iniciativa Ulisses! Nada melhor do que aprender com bom humor.

Juliana
Juliana
8 anos atrás

hauahuah muito bom!!!

ótimo saber que o emprego correto é I miss my bus…..sempre achei ser lose

Parabéns pelo blog….conheci hoje e estou adorando.

Nikipontes
Nikipontes
10 anos atrás

HAUHAUAH Muito engraçado!
Olha, se fosse eu, tbm iria achar que não iriam trocar o ticket DE JEITO NENHUM! Aind abem que ele foi simpático, trocou o ticket e ainda deu uma lição! hauhaua
Muito engraçada essa história, sempre vou me lembrar e não vou dizer “lose”!

Priscila Murlik
10 anos atrás

Eu confesso que eu ri, mas ao mesmo tempo fiquei preocupada.

Vou ficar 6 meses em Londres este ano e fico preocupada em acontecer coisas até piores comigo, mas fazer o que, não podemos nos abalar realmente! huaha

Foi este mês ainda que conheci o blog e estou amando!! Parabéns!! Acredito que vai me ajudar muito na viagem!

=D

Beijos!

Cynthia
Cynthia
11 anos atrás

Muito engraçada essa situação, pior que é mais comum do que se pensa!

Stella Machado
Stella Machado
11 anos atrás

Ainda bem que eu era adolescente na época e estava no First Certificate da Cultura Inglesa. Chegou um escocês, papo vai papo vem, eu me saí com esta: “My watch is late.”
A diretora se virou para mim: “It may be late in your own vocabulary, my dear.”
Shame! Nunca mais errei essa. Agora meu relógio só fica “slow” ou “fast” — ou “on time”.

Enrique
11 anos atrás

Pois é… uma amiga fez um intercâmbio nos EUA, e quando chegou na casa na qual ficou 1 ano, eles, muito simpáticos falaram que iriam jantar pizza e se ela tinha também gostaria de jantar.
A resposta da minha amiga, que estava tirando as roupas das malas e arrumando no guarda-roupas, foi: “No, I’m going to order my things”. Os donos da casa se olharam entre eles e trouxeram um cardápio para ela… haha
Obviamente, quando entenderam que havia um problema de linguagem explicaram que o certo era “I’m going to put order…..”

Jaqueline Oliveira Costa Sousa
Jaqueline Oliveira Costa Sousa
11 anos atrás

Very fun!

@lphoenix7
11 anos atrás

Boa! Pelo menos eles foram bem educados =), vou tomar cuidado com essas falsas gêmeas.

Gleyve
11 anos atrás

Essa dica é importante pois muitos cometem este erro quando vão ao exterior, até mesmo devido a falta de fluência. Confesso que cometi o mesmo erro nos primeiros dias na Austrália. Cheguei atrasado na aula e falei: “Sorry, I lost the train”. Na mesma hora notei algo estranho no ar…e perguntei a professora que logo me corrigiu. Bem foi na escola, portanto não foi tão constrangedor e nunca mais cometi o mesmo erro.

denis
denis
11 anos atrás

haha anotado!!

Martha M. Rocha
Martha M. Rocha
11 anos atrás

Rio muito com esses micos alheios,eles me ajudam a aprender tanto!E como é impossível evitar um miquinho ou outro, a gente vai tirando uns da lista, né? Parabéns e obrigada por esse maravilhoso blog que é o TeclaSap!

Lilian
11 anos atrás

Pelo menos eles tiveram senso de humor com a menina, né? *rindo muito aqui*

@Gustavopereira
11 anos atrás
Reply to  Lilian

HAHAHAHHAHAHA muito bom! O bom é sempre encontrar pessoas bem-humoradas para conversar. 😛