Educação: Abrace essa causa!

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ulisses Wehby de Carvalho

O manifesto

O Alessandro Brandão, do English Experts, acaba de publicar um manifesto chamado “Educação: divulgue essa ideia” em prol dos blogs educativos. Como o Tecla SAP foi citado, me sinto compelido a afirmar que concordo com as observações do colega blogueiro. Em seu texto, o Alessandro realça a importância do trabalho de divulgação desempenhado pelos leitores dessas publicações. Um link, uma recomendação, um “curtir” no Facebook, um RT no Twitter, enfim, qualquer incentivo na divulgação é sempre muito bem-vindo.

Você e a educação

Também acredito que os internautas brasileiros ainda não descobriram a importância do papel que podem desempenhar na educação de nosso país. Pode até parecer utopia, mas uma simples indicação tem o potencial de fazer despertar em alguém o interesse pelo estudo e pode, em última análise, proporcionar melhores condições de vida a muita gente. Por que não? Quanto mais gente pensar e agir assim, maiores serão as chances de vermos mais histórias como estas: Atitude: My hat’s off to you!Feedback é bom e eu gosto!.

O gargalo que pode sufocar

Muitos leitores do Tecla SAP sabem que sou intérprete de conferência, ou seja, atuo no mercado de tradução simultânea há muitos anos. Estou, portanto, habituado a traduzir consultores, pesquisadores, professores, pensadores, executivos de diversos setores da economia, entre outros profissionais de renome. Todos são unânimes ao afirmar que a economia brasileira vem crescendo a passos largos nos últimos anos. Não há dúvida entre eles de que o principal gargalo para a consolidação de nosso país no grupo das nações desenvolvidas será justamente a escassez de mão-de-obra qualificada. É lógico que não se trata somente de falta de gente com domínio da língua inglesa. O problema é bem mais amplo, infelizmente. O estudo de inglês é apenas um passo na direção certa. Pequeno, eu sei, porém muito importante. Em suma, o país precisa estar preparado não só para a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 – exemplos concretos que podem evidenciar essa carência -, mas para encarar desafios ainda maiores no futuro.

Os blogs da campanha

Os blogueiros convocados a participar da campanha são os seguintes:

Mouses à obra!

Se o boca-a-boca, ou melhor, o clique-a-clique foi tão intenso durante a campanha das últimas eleições, por que não daria certo mais uma vez? Sei que os leitores do Tecla SAP são bastante engajados e que vão participar ativamente. Afinal de contas, a causa é mais do que nobre, não é mesmo? Portanto, participe divulgando este post ou qualquer texto deste ou de outro blog educacional. Não deixe de expressar sua opinião na seção de comentários abaixo. Sugestões são muito bem-vindas.

Eu acredito na educação, e você? Mouses à obra. Faça a sua parte!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

24 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Paulo
Paulo
10 anos atrás

Olá,causa abraçada com todo o prazer de de braços abertos.Também tenho um blog aqui no exterior para alunos estrangeiros.

http://paulopazpiece.blogspot.com/

Um grande abraço e fiquem com Deus!

Vitor
Vitor
10 anos atrás

A propósito, como é que se diz “abrace essa causa” em inglês?
Pode ser “take up this cause”?

Tiago
Tiago
10 anos atrás

Este post é minha dica preferida! Motivo: com educação na vida e no coraçao o Mundo deixará de ser um cão. Onde educar e aprender são duas forças impressionantes e indispensaveis.

Helena
10 anos atrás

Hii!!

My hat’s off to you!!!!
Thats a great idea!!!!!

Vamos abrir nossas asas para a educação!!

Tiago
Tiago
10 anos atrás

Ulisses, compartilho aqui um recado que escrevi no blog de Alessandro.

As pessoas olham a “doença” para depois buscar a “cura”.

Essa mesma frase é valido para a educaçao. Vou mostrar:
as pessoas olham a decadencia do ensino para depois buscar melhorar a situaçao.

Conclusao: devemos entender a “causa” e corrigir. Pois a pobreza na educaçao é “efeito” e nao a “causa”, a “origem” do problema.

Enquanto nao irem a origem, atitudes como de Alessandro, sao formas de diminuir e ate mesmo, liquidar o problema.
Acredito tambem em iniciativas que atacam diretamente a causa do problema da educaçao. Sendo mais claro no que digo: existir projetos que comecem a atuar desde que a criança nasce. Acho que o que digo, é mais profundo do que penso. E é preciso pessoas de peso para dar vida as essas palavras.

Tiago
Tiago
10 anos atrás

Interessante! Acredito que ajudará tambem na criaçao de uma consciencia melhor.

Mesmo que eu pense que a palavra educaçao usada no sentido de escola e estudo entra em atrito e causa uma ilusao com a mesma
palavra usada no sentido familiar.

A pessoa é educada em casa. Claro que fora de casa tambem aprende e o mesmo serve para uma escola ou na internet.

A escola ou internet jamais deve assumir o papel dos pais.

Pode ser que as crianças com a ausencia do papel dos pais, torna-se valido a escola entrar em açao a esse respeito.

Bem Ulisses, desculpe se escrevi muito. Mas é isso ai.

Josué Teixeira
Josué Teixeira
10 anos atrás

Ulisses, que ótima iniciativa.

Também sou professor (Centro Universitário do Distrito Federal) e juntamente com colegas de trabalho tentamos sempre disseminar idéias educativas.

Vou espalhar por aqui.

Abraços,

Josué Teixeira

cristina
cristina
10 anos atrás

Na corrida diária, gotas de saber/curiosidade vêm como colírio.Melhorar a visão para enxergar o futuro. Boa essa!

Maria Eugênia Farré
10 anos atrás

Posso citar um de alemão de que gosto muito?

Double Translate

http://www.doubletranslate.com/

É ótimo, e para quem já fala inglês e quer dar uma alavancada no alemão, melhor ainda.

Lelia
Lelia
10 anos atrás

Ulisses.
AMei sua expressão “mouses a obra”. super criativo. Pode vir a ser um slogan para a campanha.
Um abraço
Lelia

Alessandro Brandão
10 anos atrás

Ulisses,

Obrigado por acreditar e apoiar a campanha. Tenho certeza que vai gerar bons frutos para os blogs Educativos brasileiros.

Novas ações serão tomadas nos próximos dias. Com a sua ajuda vamos longe.

Abraços,