Skip to content

ABRATES 2017 – Considerações sobre o congresso de tradução

Ulisses Wehby de Carvalho

ABRATES 2017

Pois é, chegou ao fim mais um congresso da ABRATES. A 8a. edição do maior e mais concorrido evento que reúne tradutores e intérpretes do Brasil e do exterior foi, mais uma vez, um espetáculo. Estão de parabéns a diretoria da ABRATES e todos aqueles que, em maior ou menor grau, contribuíram para o sucesso do evento.

Tive a honra e o prazer de ser mais uma vez convidado para dar palestra. Falei sobre as armadilhas mais frequentes da tradução simultânea e de suas soluções práticas. Procurei abordar temas que fossem de interesse tanto para os jovens intérpretes, a grande maioria do público, quanto para os profissionais mais experientes, que também marcaram presença em todas as palestras do congresso. Espero ter atendido às expectativas de todos.

abrates 2017

Curta a página da ABRATES no Facebook porque as fotos oficiais do evento serão publicadas em breve.

Dúvidas crueis

Como costuma acontecer nos grandes congressos, aconteciam ao mesmo tempo duas ou três palestras sobre temas muito interessantes e apresentadas por profissionais super competentes. O que fazer? Qual escolher? Que dureza! Confira a programação completa do ABRATES 2017.

Muita gente e muito pouco tempo

As pouco mais de duas décadas de atuação no mercado de tradução simultânea me deram um tesouro inestimável: o reconhecimento dos colegas de profissão. Confesso que fico até tonto (ainda mais do que o habitual!) com a quantidade de pessoas que vêm conversar comigo nos congressos da ABRATES. E que fique bem claro: adoro essa agitação toda!

Caminho pelos corredores e troco cumprimentos apressados com colegas já de muitos anos, converso rapidamente com ex-alunos de tradução simultânea, com jovens intérpretes que me pedem orientações dos mais diferentes tipos, mas tudo muito rápido porque estamos todos atrasados para a próxima palestra ou porque temos pressa para podermos conversar com mais pessoas e não parecermos mal-educados com ninguém.

Percebo também alguns olhares mais tímidos de jovens profissionais que me reconhecem, mas ainda não têm a coragem ou disposição para conversar comigo. Em suma, tudo é muito gostoso. Mas dura muito pouco!

Conclusão sobre o ABRATES 2017

Como em todas as outras vezes, saio do congresso ABRATES 2017 com aquela mesma sensação de que não aproveitei a experiência como deveria, de que não conversei o tanto que gostaria com os colegas. Em suma, faltou tempo.

Mas não são assim todos os congressos? Não é por isso que sempre vamos ao próximo?

Se não conversei com você como deveria no ABRATES 2017, a gente se fala no Rio, no 9o. Congresso. E que chegue logo o ABRATES 2018 porque já estou sentindo falta da agitação!

Cf. Tradutor e intérprete: como se tornar um profissional da área?

Cf. YouTube EDU: o Tecla SAP agora faz parte da rede YouTube Educação!

Speak up! We’re listening…

Você esteve no Congresso ABRATES 2017? O que achou? Não deu dessa vez? Quero conhecer a sua opinião. Participe na seção de comentários. Muito obrigado.

YouTube, Facebook, Twitter, Instagram etc.

Vai ser muito legal continuar essa conversa sobre o ABRATES 2017 nas redes sociais! São várias as opções para você não deixar seu inglês enferrujar:

Agora você só não mantém contato comigo se não quiser! A conversa pode ser sobre o Congresso ABRATES 2017 ou sobre qualquer outro assunto relacionado à tradução simultânea. A gente se fala…

2 thoughts on “ABRATES 2017 – Considerações sobre o congresso de tradução

  1. Nayara Macena Gomes says:

    Oi, Ulisses. Estive no congresso deste ano e, realmente, foi difícil escolher entre as sessões. Infelizmente, não vi a sua, que estava na minha lista. Acabei priorizando as falas sobre tradução e business, mas, se você tiver a intenção de fazer algum vídeo no YouTube, põe a tag para sabermos. Foi meu primeiro evento e amei. =)

    Reply
    • Ulisses Wehby de Carvalho says:

      Pelo que li em alguns textos dos colegas, o sentimento é bastante parecido entre os participantes. Que venha o próximo logo! 😉 Abraços

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *