BREAD AND BUTTER e o meu maior mico de inglês nos EUA!

Tempo de leitura: 2 minutos

Bread and butter by Anonymous

BREAD AND BUTTER

bread and butter

BREAD AND BUTTER

Trabalhei como assistente de restaurante quando estudei nos Estados Unidos. Um dia, eu estava servindo a entrada para um grupo de cinco policiais quando um deles perguntou se eu era a garçonete. Quis dizer que estava ali para servir bread and butter, ou seja, pão e manteiga. Muito educadamente respondi:

No sir, I am here to serve you bread and butt… [Não senhor, estou aqui para servi-los pão e bunda…]

O rapaz me olhou assustado e então soltou:

– Could you please turn around? [Você poderia dar uma voltinha?]

A gargalhada foi geral.

O maior erro de pronúncia em inglês

Assista ao vídeo e conheça o principal erro de pronúncia em inglês e saiba como evitá-lo. A vogal de apoio é a marca registrada do sotaque brasileiro e o problema pode, sim, ser resolvido. Aperfeiçoe sua pronúncia em inglês com as dicas do Tecla SAP.

Curta e compartilhe o vídeo com os amigos. Clique aqui e confirme para se inscrever gratuitamente no canal do Tecla SAP no YouTube. Bons estudos!

Cf. ASS: qual é o significado e a tradução de “ASS” e “ARSE”?

Cf. O que “A PAIN IN THE ASS” quer dizer?

Cf. BUTT: qual é o significado e a tradução dessa gíria?

MORAL DA HISTÓRIA

Ao tentar dizer bread and butter (pão e manteiga), a personagem do relato acima se confundiu e disse bread and butt (pão e bunda). O resultado ficou mesmo muito engraçado, mas nunca é demais repetir que esses deslizes são perfeitamente compreensíveis quando estamos aprendendo um idioma estrangeiro, por mais embaraçosa que seja a situação.

Referência

Aprenda inglês com humor – Micos que você não pode pagar, de Ulisses Wehby de Carvalho, ©Tecla SAP, 2012. Leia a resenha.

Speak up! We’re listening…

Quem nunca deu bola fora ao falar ou escrever inglês? Os relatos de situações constrangedoras vividas por quem ainda não possui domínio da língua inglesa têm o objetivo de divertir, ensinar e evitar que mais gente caia em armadilhas parecidas. Se você conhece um caso parecido, envie sua contribuição para [email protected]. Nomes e e-mails não são divulgados.