Eu também não gosto de plágio!

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ulisses Wehby de Carvalho

Não tenho o costume de tomar partido de nada sem fazer uma análise dos fatos, de saber quem está de que lado e por quê, de quais são as possíveis motivações dos representantes dos dois ou mais pontos de vista etc. Caso contrário, eu só estaria contribuindo para a consolidação de um pretenso senso comum. É óbvio que não existe método infalível para se fazer qualquer julgamento, mas o risco de se errar pode e deve ser diminuído. Acho que são os vários anos assistindo “Law & Order” que me fazem agir assim…

Muito bem, vamos ao que interessa. A Denise Bottmann, do blogue “Não gosto de plágio“, vem há anos (o primeiro post é de dezembro de 2007!) travando uma batalha contra o plágio de traduções. A prática ilícita adotada por algumas editoras consiste na reutilização de traduções já existentes em relançamentos da mesma obra atribuindo-se, é claro, o trabalho a outro(a) tradutor(a). A picaretagem tem como objetivo, evitar o pagamento dos direitos autorais ao real autor da tradução.

A editora Landmark entrou com uma ação na justiça pedindo ao juiz indenização e a retirada do “Não gosto de plágio” do ar porque se sentiu injustamente acusada de plágio. O motivo é a denúncia de que a tradução de “Persuasão”, obra de Jane Austen, de Fábio Cyrino, um dos donos da Landmark, seria plágio de tradução portuguesa de Isabel Sequeira. O que chama a atenção é que até os erros da tradução original aparecem na versão recente, segundo a Denise. O caso está resumido em “Justica e Internet“, publicado em 23/2 no blogue da tradutora. Raquel Sallaberry, do “Jane Austen em Português“, também estaria sendo processada pela editora. Leia o esclarecimento publicado em seu blogue.

O Tecla SAP se une a outros que já divulgaram o episódio:

A lista completa, que, suponho, deve estar sendo atualizada constantemente, está no próprio “Não gosto de plágio“. E você, gosta de plágio? Manifeste sua opinião e passe adiante a notícia!

Adendo em 28/2: Não deixe de participar do abaixo-assinado em favor da causa e deixar sua mensagem no “apoiodenise“, um blogue criado para concentrar as manifestações em favor da colega.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

9 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Raquel Sallaberry
11 anos atrás

Caro Ulysses,

muito obrigada pelo apoio e divulgação.

Henrique Haruki Arake Cavalcante

Apesar do transtorno que a blogueira passará, acredito que isso será muito bom para a comunidade de autores em geral.

Não sei se vocês sabem, mas discussões como essa são raríssimas na Justiça, o que limita a discussão sobre “o que pode” e “o que não pode” e o que é plágio ou não é a meras tergiversações teóricas unilaterais e sem embasamente empírico algum. Na melhor das hipóteses, importando decisões de outros sistemas jurídicos alienígenas.

Fico, é claro, comovido pela situação da blogueira, mas se ela conseguir uma defesa mediana à razoável, ela conseguirá sair dessa e dará excelente contribuição para a discussão desse tema pela sociedade.

Boa sorte a ela!

Emilio Pacheco
Emilio Pacheco
11 anos atrás

Eu já fui plagiado uma vez, embora numa situação bem menos grave. Aquele meu texto sobre crase, que inclusive está no blog Tecla Sap, foi postado por uma professora universitária com adaptações mínimas, sem crédito para mim. Como se fosse dela. Por sorte, consegui angariar um número suficiente de aliados para fazer barulho e a professora tirou o texto do ar depois de me enviar um e-mail cheio de desculpas esfarrapadas (“aproveito muito as contribuições de meus alunos, blá blá blá…”). Eu fiz de conta que acreditei e dei o assunto por encerrado. Mas é muito frustrante.

Theo
11 anos atrás

Que coisa feia! Além de fazer coisa errada ainda tenta esconder a sujeira debaixo do tapete! E se acha no direito de se sentir ofendido! Brincadeira! Que país é esse?
Denise, você está mais que certa! Atitudes assim devem ser amplamente divulgadas. Parabéns!

denise bottmann
11 anos atrás

prezado ulysses, agradeço o apoio e a divulgação.

Contra Plagio
Contra Plagio
11 anos atrás

Que exista o RESPEITO e a HONESTIDADE. Passe adiante esta atitude.