Tradução Simultânea: O equipamento portátil

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ulisses Wehby de Carvalho

A dúvida: Tradução Simultânea ou Consecutiva?

Você está organizando uma reunião com a presença de executivos de sua empresa e empresários estrangeiros. Na última hora, você fica sabendo que não são todos os brasileiros que falam inglês fluentemente. Você, portanto, precisará contratar intérpretes de conferência. Como você sabe que não se brinca com coisa séria, decide procurar profissionais experientes com referências confiáveis para não correr riscos desnecessários. É nesse momento em que você fica em dúvida sobre que modalidade de interpretação usar, simultânea ou consecutiva? Como a sala de reunião é pequena e a cabine de tradução simultânea vai ocupar muito espaço, você decide recorrer à consecutiva, certo? Errado!

Cf. Simultânea ou Consecutiva?

O equipamento portátil

tradução simultânea

Na impossibilidade do uso da cabine de tradução simultânea, podemos recorrer ao equipamento portátil, às vezes também chamado de mini-equipo, para grupos de até 50 pessoas, aproximadamente. Trata-se de um conjunto composto por um transmissor, um microfone e receptores com fones de ouvido. Tudo funciona perfeitamente sem cabos nem antenas. Os participantes ouvem a tradução por meio de um receptor (do tamanho de um rádio de pilha) ligado ao fone, semelhantes aos usados nos equipamentos fixos com cabine, e escutam a tradução feita pelos intérpretes, que podem ficar em um canto da sala sussurando para não incomodar quem entende os dois idiomas e não está ouvindo a tradução. Não importa se o orador está falando português ou um idioma estrangeiro, porque os intérpretes farão a tradução para a outra língua.

Comparativo de custos

Mas aí você me pergunta: mas e o custo da locação do equipamento? Com a consecutiva não preciso arcar com essa despesa, não é? Respondo: sim! Mas o que não podemos nos esquecer é que o tempo gasto com a reunião será duas vezes maior com a consecutiva. O orador fala, para, o intérprete traduz, o orador volta a falar, mas tem que parar de novo para o intérprete fazer a tradução. Ou seja, um reunião de 1h vai durar 2h. Um treinamento de dois dias, vai durar quatro! Portanto, a pergunta a ser feita é outra. O que vale mais a pena: economizar metade do tempo gasto pelos funcionários da empresa (altos executivos ou operários) ou o custo da locação do equipamento portátil? Lembre-se de que com a consecutiva ou você gasta o dobro do tempo ou fica com metade do conteúdo (da reunião, treinamento, palestra etc.).

Qualquer lugar

tradução simultâneaOutra vantagem do equipamento portátil é o fato de ele ser, como posso dizer?, portátil! Em suma, seu uso não se limita a salas de reunião ou recintos fechados. Ele é a solução perfeita para visitas a fábricas, fazendas, oficinas, feiras comerciais, usinas e até em barcos, como podemos observar na foto ao lado. O careca do alto à esquerda sou eu, traduzindo o que dizia o guia turístico americano para empresários brasileiros em passeio pelo Rio Chicago.

Cf. Tradução Simultânea de Cochicho

Intérprete Coordenador

Se a configuração do seu evento não se enquadrar em nenhuma das descrições acima, procure a orientação de um/a intérprete de conferência profissional para que ele/a desempenhe o papel de intérprete coordenador. Você receberá toda a orientação necessária desde a montagem da equipe de intérpretes, a seleção da modalidade de interpretação ideal, o tipo de equipamento a ser usado e, se necessário, até mesmo a definição da agenda para garantir o melhor uso dos intérpretes. Se esses cuidados forem tomados, não tenho dúvida de que seu evento será um sucesso.

Cf. Tradução Simultânea
Cf. Discurso de Barack Obama no Rio de Janeiro