Tradução simultânea: Paul Breitner

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ulisses Wehby de Carvalho

Paul Breitner

A tradução simultânea sempre me reserva gratas surpresas. Já relatei alguns trabalhos marcantes nos posts “Vida de intérprete: Traduzir heróis“, “Tradução simultânea em aldeia indígena” e “Simultânea do show do Marco Luque“, entre outros. Hoje, conto a história de mais uma alegria profissional.

paul breitner

Fui contratado para traduzir a gravação da entrevista de Paul Breitner, ex-jogador do Bayern de Munique e da seleção alemã na década de 70, concedida ao programa Bola da Vez do canal ESPN Brasil. A entrevista foi ao ar em abril de 2013. De estilo revolucionário dentro e fora de campo, Breitner não se omite na hora de expressar suas opiniões sobre diversos assuntos. Se você gosta de esportes, vai se interessar pelo que ele fala sobre o futebol brasileiro. Ele afirmou na entrevista que o Brasil precisava aceitar o fato de estar jogando um futebol do passado. Assista a um trecho da entrevista neste vídeo.

Como funciona?

Quando o convidado não fala português, o programa é gravado e transmitido com legendas – feitas por outro profissional – e, é óbvio, minha voz não vai ao ar. Faço a tradução simultânea nos dois sentidos, ou seja, traduzo para inglês as perguntas feitas em português pelos jornalistas, sempre falando no canal de áudio ligado ao ponto eletrônico do entrevistado. Traduzo para português, em outro canal de áudio, as respostas nos pontos eletrônicos dos jornalistas.

Impacto

Eu tinha apenas 13 anos em 1974, mas me lembro perfeitamente de ter assistido aos jogos da Copa em uma televisão pequena (em branco e preto!) e de ficar encantado com os craques da Holanda, da Polônia, do Brasil e, é claro, da equipe alemã, a campeã daquele mundial. Assisti à partida final, Alemanha Ocidental x Holanda, na televisão colorida na casa de meus avós. Um evento daquela dimensão marca tanto um pré-adolescente apaixonado por futebol a ponto de um colega da escola pedir ao pai para mudar de nome! Ele queria acrescentar o sobrenome Beckenbauer, em homenagem ao capitão da seleção alemã, Franz Beckenbauer. Aliás, o próprio Beckenbauer também já foi o entrevistado do Bola da Vez, em 2003, e eu também tive a honra de ser o intérprete naquela ocasião. Tive, nas duas entrevistas, uma satisfação imensa em poder trabalhar com ídolos da adolescência.

Trabalho ou lazer?

Espero ter novas oportunidades de fazer trabalhos como a tradução da entrevista do Paul Breitner. Aliás, mal dá para chamar de trabalho quando a gente se interessa pelo assunto. Não tenho nada contra fertilizantes, minério de ferro, pistão, biela, ruminantes, banco de dados, geradores ou fadiga de metais, mas não dá para comparar… 😉

Se você se interessa por interpretação de conferência, leia os mais de 70 artigos sobre o tema clicando na tag tradução simultânea.

Cf. Google Translator e a Copa
Cf. O que “FOOTBALL” quer dizer para você?
Cf. Simultânea ou Consecutiva?
Cf. Tradução Simultânea, Oscar e Porta dos Fundos

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

9 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gilmar Grotto
Gilmar Grotto
8 anos atrás

Eu achei a entrevista sensacional, gosto muito de futebol e me peguei no meio do programa me perguntando:
– Caramba ! como será que é feita esta tradução ? e esse profissional que tem a incumbência de traduzir é muito fera, primeiro porque é muito dinâmico e em segundo lugar se você focar bem acaba aprendendo, acho que isto é o suficiente para ver que seu trabalho é excelente, tenho certeza que este comentario assina o seu trabalho.

Thelma
Thelma
8 anos atrás

Ulisses,
You are the best!
Sempre atual, e agora descobri outro aspecto seu: você é nostálgico e romântico.
Lembrar sua adolescência e a paixão pelo futebol.
Parabéns a você que conseguiu com seu esforço e estudos, trabalhar (traduzindo) ao lado de seus heróis.
abraços

Graziele
Graziele
8 anos atrás

Confesso uma invejinha, pois compartilho as paixões!
Parabéns e certamente irei ver a entrevista.

Graziele
Graziele
8 anos atrás

Olá Ulisses!!

Sim, adorei! O programa foi ótimo! Parabéns!!

Abraços

Lenon
8 anos atrás

Muito bom saber que você gosta de futebol e tem a oportunidade de trabalhar com os seus idolos.

Abs.