ALL THAT JAZZ? Qual é o significado e a tradução dessa gíria?

Tempo de leitura: 2 minutos

All that jazz by Jack Scholes

ALL THAT JAZZ

all that jazz

ALL THAT JAZZ
[e outras coisas desse tipo]

  • The store has books, magazines, stationery and all that jazz.
  • A loja tem livros, revistas, artigos de papelaria e coisas assim.

A expressão all that jazz é normalmente usada depois de uma relação de coisas ou assuntos.


Vocabulário

Assista aos vídeos da playlist Vocabulário do canal Tecla SAP com Ulisses Carvalho no YouTube! Você já deve saber que é preciso esforço diário para você conseguir aumentar seu vocabulário de inglês. Ter um vocabulário rico e variado na língua inglesa é fundamental para você se comunicar com muito mais confiança em inglês!

Clique aqui e confirme para se inscrever gratuitamente no canal Tecla SAP com Ulisses Carvalho no YouTube. Enriqueça seu vocabulário de inglês, aperfeiçoe sua pronúncia e amplie seus conhecimentos gerais. Bons estudos!


Cf. GIG significa o quê? Qual é a tradução dessa gíria do inglês?

Cf. Billie Holiday: comentário de uma leitora sobre a frase da Billie Holiday

Cf. Futebol americano: significado, pronúncia e origem dos nomes de todos os times da NFL

Speak up! We’re listening…

Nós do Tecla SAP queremos muito saber o que você achou da dica do Prof. Jack Scholes sobre a expressão all that jazz. As informações fora úteis para o seu aprendizado? Responda, por gentileza, na seção de comentários, no rodapé desta página. Muito obrigado pela participação!

Pela educação

Compartilhe este texto sobre a expressão all that jazz com aqueles amigos que estão estudando inglês e/ou precisam se comunicar em inglês no trabalho. Você pode compartilhar o post na rede social de sua preferência ou, é claro, nos grupos do Facebook e WhatsApp. Nunca é demais repetir que sua colaboração é fundamental para que, juntos, possamos levar conteúdo educacional a cada vez mais pessoas. O Tecla SAP, seus amigos e a educação agradecem.

Referência

Slang – Gírias Atuais do Inglês, de Jack Scholes – Disal Editora, 2004. Leia a resenha para obter mais informações sobre o livro.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

5 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
julio
julio
8 anos atrás

Qual a diferença entre making-of e making-off?.

Vivian
Vivian
8 anos atrás

Essa expressão seria mais ou menos como nosso ETC…?

Márcio
Márcio
8 anos atrás
Reply to  Vivian

Vivian, me parece mais uma gíria bem paulistana (e tão velha quanto eu): “e o esquimbau”

José A. Fernandes
José A. Fernandes
8 anos atrás
Reply to  Márcio

Não seria o escambau, de escambo? (risos)

O site Dicionário Informal diz que:

“A oxítona “escambáu” é uma corruptela do inglês “whisk and bowl” cuja pronúncia será, justamente, “uísquenbál”, de onde teremos o tal (Arráh!) “escambáu” bastante conhecido pelos brasileiros de norte a sul desse imenso e amado país”.

Como historiador, Eu tenho minhas dúvidas…