Brasileira paga mico em restaurante nos EUA

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Contribuição anônima

Brasileira paga mico em restaurante nos EUA

Esse episódio aconteceu no primeiro ano em que morei nos Estados Unidos. A data era 4 de julho de 1994, dia em que o Brasil enfrentaria a seleção americana, em partida pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo. Como sabemos, comemora-se a Independência dos EUA no dia 04 de julho. Pelo fato de o país estar em festa, com fogos de artifício pipocando a todo instante, até cheguei a pensar que o jogo era o motivo de tanta alegria. Essa pode até ser considerada a minha primeira bola fora porque, como se sabe, os americanos preferem outros esportes.

dressingNa hora do almoço, fui sozinha a um restaurante tipicamente americano. Eu estava vestida de verde e amarelo, como uma autêntica torcedora da seleção canarinho. Quando a simpática garçonete me trouxe a salada e me fez a seguinte pergunta: “What kind of dressing would you like?”,  eu só entendi a palavra “dressing”. A frase ficou sem sentido para mim. A moça repetiu a pergunta e eu disparei: “What’s wrong with my dress? I’m happy… for Brazil”. [O que tem de errado com o meu vestido? Estou feliz… pelo Brasil.]

É claro que ela não entendeu nada e acabou me trazendo a salada com um molho qualquer, que eu nem me lembro qual foi. Naquela época, eu nem mesmo conhecia os tipos de molho mais comuns. Comi o que ela me trouxe e me dei por satisfeita. Só muito tempo depois, descobri que ela não estava implicando com a minha roupa.

Cf. Babá brasileira paga mico em Nova York
Cf. Pagando Mico: Molho

MORAL DA HISTÓRIA: Você já deve ter percebido que a confusão foi causada para palavra “DRESSING”, que significa “molho” e, é claro, não tem nada a ver com “DRESS” (vestido). Ela costuma também aparecer na expressão “SALAD DRESSING”.

Cf. Textos Mastigados

Referência: “Aprenda inglês com humor – Micos que você não pode pagar”, de Ulisses Wehby de Carvalho, ©Tecla SAP, 2012. Leia a resenha.

Quem nunca deu uma bola fora ao falar inglês? Os relatos de situações constrangedoras vividas por quem ainda não possui domínio da língua inglesa têm o objetivo de divertir, ensinar e evitar que mais gente caia nas mesmas armadilhas. Se conhecer um caso parecido, envie mensagem para [email protected]. Nomes e e-mails não são divulgados nesta seção.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

5 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Cf. Brasileira paga mico em restaurante nos EUA […]

PSouza
PSouza
7 anos atrás

Aí lascou,o google tradutor diz que dressing é curativo.
And now? 🙂

Di Oliveira
Di Oliveira
7 anos atrás

Tenho que ser sincera ao dizer que antes desse post eu também cairia nessa…hauahauhau

Glenda
11 anos atrás

Falando em Mico um amigo meu pediu um KIDNAP ao invés de NAPKIN em uma lanchonete de fastfood em Londres. E eu num restaunrante com amigos ingleses, depois de algumas taças de vinho respondi a pergunta WHAT DID YOU THINK OF THE FOOD HERE? eu respond TERRIBLE com uma intonação bem animada! Ainda bem que um deles me conhecia ha tempos e me corrigiu I THINK YOU MEAN TERRIFIC, RIGHT! Só então percebi o erro, imaginem a minha cara! :-/ Tenho certeza que todos que já estiveram fora do país acabaram comentendo um deslize desses neh?

Marcelo
Marcelo
11 anos atrás

Uma antiga professora de inglês, no seu 1o dia de Canadá, ainda não falava inglês. Aliás, sabia se virar com algumas poucas frases do tipo “I’d like something”. Resolveu então pedir uma coca-cola. Eis que ela diz ao garçom (transcrevo a pronúncia) “I’d like a cock, please”, pensando que a pronúncia de “coke” era “cock”! kkkkkkkkkk
Imagina a cara do sujeito!