Expressões Idiomáticas: Programa de Índio

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ron Martinez

Expressões Idiomáticas: Programa de Índio

A origem da expressão “programa de índio” é um pouco obscura, mas provavelmente vem da idéia dos povos indígenas serem vistos como seres sem sofisticação, sem os confortos da vida moderna. Fazer trilha no meio do mato? Isso é programa de índio! Visitar uma praia deserta onde não tem nada? Isso é programa de índio! Ir a uma floresta só para ficar observando os passarinhos? Isso é programa de índio!

O significado da expressão expandiu-se para cobrir todo tipo de programa que não deu, não dá, ou não dará certo. Um programa em que tem gente demais, ou que parece chato, ou que obriga passar muito calor, ou sem organização, ou, como no que parece ser o significado original, totalmente destituído de qualquer luxo.

A dificuldade de traduzir a expressão ao inglês começa a partir do fato de a própria palavra “programa”, no sentido de determinada(s) atividade(s) planejada(s), não encontrar equivalente em inglês. Em português, além de programa de índio, as pessoas planejam um programa de fim de semana, programa de família e programa a dois:

  • programa de índioprograma de fim de semana
  • weekend activities (+/-)
  • programa de família
  • family activities (+/-)
  • programa a dois
  • date (+/-)

As “traduções” acima são muito fracas, pois um programa não se resume a apenas uma lista de atividades. Um programa pode simplesmente ser não fazer nada. Ficar só deitado na cama, assistindo televisão, pode ser um programa. Na verdade, em inglês a maneira de traduzir qualquer locução com programa mudaria dependendo da referência temporal:

  • Qual foi o programa de fim de semana?
  • What did you do this weekend?
  • Qual é o programa de hoje?
  • What are we doing today?
  • Qual vai ser o programa para o feriadão?
  • What do [you] have planned for the holiday weekend?

Voltando, então, ao tema de programa de índio, como não existe nem a palavra programa em inglês, qualquer tentativa de tradução será frustrada. Seria algo assim em inglês:

programa de índio = I’d rather stay (at) home. (+/-) (em referência a programa futuro)

  • Pescar no meio da floresta? Que programa de índio!
  • Go fishing in the middle of the jungle? I’d rather stay home!

programa de índio = I should’ve stayed (at) home. (+/-)(em referência a programa já em andamento ou no passado)

  • Fomos ao cinema, não encontramos vaga no estacionamento, tomamos chuva e, quando finalmente chegamos, já atrasados para o filme, os ingressos estavam todos esgotados. Que programa de índio!
  • We went to the cinema, we couldn’t find any parking, we got wet from the rain, and when we finally arrived, late for the film, the tickets were all sold out. I should’ve stayed home!

Stay at home simplesmente significa ficar em casa – I’d rather stay home = prefiro ficar em casa; I should’ve stayed home = devia ter ficado em casa. Fica longe de ser uma tradução, contudo chega perto de transmitir a mesma emoção que se sente perante um programa de índio brasileiro. Claro, a tradução não funcionaria se o programa envolvesse ficar em casa! Nesse caso, talvez a melhor tradução seria, simplesmente, a waste of time (perda de tempo).

No site Yahoo! Respostas, foi feita a seguinte pergunta: “Qual é o seu programa de índio?” Um dos usuários ofereceu a seguinte resposta:

“Gostaria de fazer muitos programas de índio: Viver próximo à natureza, não ter que dar oito horas de trabalho por dia, não ter contas para pagar, não precisar de todos os aparelhos que uso em casa (que vivem quebrando), nem de carro, viver do que pescar ou caçar ou colher e o resto do tempo brincar e fazer indiozinho na rede.”

Se isso é programa de índio, não parece ser tão ruim assim.

Cf. Falsos Cognatos: INDIAN
Cf. Falsos Cognatos: INDIGENOUS

Referência: “Como se diz chulé em inglês?” de Ron Martinez – Editora Campus/Elsevier, 2007. Leia a resenha.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

17 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alberto
Alberto
11 anos atrás

Sobre esse problema do “programa de índio” um jeito de dar a mesma idéia poderia ser “WHAT A WASTE OF TIME!”, não achas? Tipo:
Go fishing in the middle of the jungle? What a waste of time!

Just my two cents.
Abraços!

Stella
Stella
8 anos atrás

Uma pequena observação – Programa pode ser “plans”, se usado no futuro – “What are your plans for the weekend? What are your plans for today? I don’t have any plans” – É a forma mais comum.

Carol
Carol
11 anos atrás

Oi!

Queria saber onde encontro livros que falem sobre os Maias, os Astecas e os Incas… em ingles… Estou estudando sobre isso, e queria estudar em ingles, saber como falar deles em ingles. Alguem me ajuda??

Obrigada 🙂

Giovani Thomé
Giovani Thomé
12 anos atrás

Oi.

Quero fazer um site falando de “programa de índio”, bem no sentido que foi explicado neste texto. Gostaria de obter uma autorização de usar os primeiros parágrafos… se me autorizarem, preciso dos dados para creditar quem escreveu.

Obrigado.

Adriana Carosi
Adriana Carosi
14 anos atrás

Muito interessante a forma com que você colocou a “tradução” de programa de índio. Eu preciso de uma ajudinha. Como posso dizer que algo está encardido? A única coisa que conheço relacionado a roupa que está suja é “stained”, mas não é apropriado porque não tenho nenhuma mancha pra dizer que está manchado e sim que está sujo e que mesmo lavando, não sai.
Se puder me ajudar, ficarei imensamente agradecida.
Um abração!

Marcio Esteves
Marcio Esteves
8 anos atrás
Reply to  Adriana Carosi

You can say the clothes are filthy. Hope that helps.

Marcio

n
n
14 anos atrás

Tem que colocar o idioma do navegador para um idioma ocidental que tenha acentos

Gilson
Gilson
14 anos atrás

Oi Ulisses!
No Google Reader, os posts estão vindo com os acentos substituídos por interrogação.
Será que isso tá acontecendo só comigo?
Alguém mais tá com este problema?
Abração!