MEET YOUR MAKER? Qual é o significado e a tradução dessa gíria?

Tempo de leitura: 2 minutos

Meet your maker by Jack Scholes

meet your maker

TO MEET YOUR MAKER
[morrer, falecer; ir desta para melhor]

  • I think he’s about to meet his maker.
  • Eu acho que ele está prestes a morrer.

Ao pé da letra, to meet your maker significa “encontrar-se com seu criador”. A expressão é usada jocosamente para substituir a palavra morrer.


Cf. KICK THE BUCKET: qual é o significado e a tradução da expressão?

Cf. DEAD x DIED x DEATH: qual é a diferença entre elas?

Cf. DEAD x LATE: qual é a diferença entre as duas palavras?


RIP

Assista ao vídeo Vocabulário sobre morte em inglês para conhecer mais palavras e expressões sobre morte. Aprenda a dizer “luto” e “pêsames”; acabe com a confusão entre dead x died x death; saiba diferenciar os phrasal verbs pass away e pass out; conheça o significado da sigla DOA; saiba em que situações usar a expressão kick the bucket, entre outras dicas.

Clique aqui e confirme para se inscrever no canal Tecla SAP com Ulisses Carvalho no YouTube. É grátis! Enriqueça seu vocabulário de inglês, aperfeiçoe sua pronúncia e amplie seus conhecimentos gerais. Bons estudos!

Speak up! We’re listening…

Gostou da dica do Prof. Jack Scholes sobre o significado e a tradução da gíria meet your maker? O texto contribuiu de alguma forma para você enriquecer seu vocabulário de inglês e ampliar seus conhecimentos gerais? Nós do Tecla SAP queremos saber se o conteúdo foi útil para os seus estudos. Participe na seção de comentários, no rodapé da página. Muito obrigado.

Pela educação

Se você é daquelas pessoas que acredita que só a educação pode mudar o destino das pessoas, faça sua parte clicando no ícone da rede social preferida e compartilhe conteúdo educacional. O Tecla SAP conta com a sua colaboração! Você pode compartilhar esse post sobre o significado e a tradução da expressão meet your maker também nos grupos do Facebook e WhatsApp. Conto com o seu apoio!

Referência

Slang – Gírias Atuais do Inglês, de Jack Scholes, Disal Editora. Leia a resenha para obter mais informações sobre o livro.


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

16 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Cf. Gírias: Bater as botas […]

trackback

[…] Cf. Gírias: Bater as botas […]

Carmen Luiza de Moura Carvalho
Carmen Luiza de Moura Carvalho
11 anos atrás

Olá, Ulisses!
Primeiro, parabéns pelo site, tenho passado por aqui todos os dias, ainda mais porque sigo a Tecla SAP no Twitter e não resisto quando vejo um tweet com uma palavra ou expressão que não conheço.. Já clico no link para aprender. É fantástico!
Gostaria de saber quando haverá curso com você na Unibero. Já fiz curso de interpretação na PUC/SP, mas tranquei por um tempo. Atuo como tradutora há 9 anos e gostaria de fazer o curso com vc. Quando programar novos cursos, me avise, por favor.
Um grande abraço e obrigada por este site fantástico!
Carmen

Claudio
Claudio
13 anos atrás

Gostaria de saber onde existe curso de tradução simultânea ingles-portugues-ingles???

Poliana
Poliana
13 anos atrás

Na Australia, tb eh conhecido como “Brown Bread” …bater as botas!

Juliana
Juliana
13 anos atrás

Nossa, realmente é demais esse site! Adorei mesmo!
Descobri por acaso, fazendo uma pesquisa da expressão “Bucket List”, que é o nome do mais recente filme que protagonizam Jack Nicholson e Morgan Freeman.
Achei interessante a expressão e o personagem do Morgan
explicou no decorrer do filme o q significava a tal ‘bucket list”. Porém, quando fui procurar o significado literal de ‘bucket” fui ver que se tratava de “balde”. Fiquei totalmente confusa! Comecei a pesquisar e vim parar aqui, q finalmente me esclareceu as idéias heeheh
Parabéns pelo site!

Gleisy Coimbra
Gleisy Coimbra
13 anos atrás

Olá Ulisses, Sou do Rio e ´procuro curso de tradução simultanea ou consecutiva. Voce sabe algum para me indicar???

Ulisses Wehby de Carvalho
Ulisses Wehby de Carvalho
14 anos atrás

Eurico,

Obrigadíssimo pela participação. Pode acrescentar uma terceira certeza: suas contribuições excelentes para este blog. Valeu!

Abraços a todos

Eurico
Eurico
14 anos atrás

Lembrei-me do filme “Patch Adams”. Segue o hilário diálogo entre o médico e o moribundo.

– “Death. To die. To expire. To pass on. To perish.”
– To peg out.
– To push up daisies.
– To push up posies.
– To become extinct.
– Curtains, deceased, demised, departed and defunct.
– Dead as a doornail.
– Dead as a herring.
– Dead as a mutton.
– Dead as nits.
– The last breath.
– Paying a debt to nature.
– The big sleep.
– God’s way of saying, “Slow down.”
– To check out.
– To shuffle off this mortal coil.
– To head for the happy hunting ground.
– To blink for an exceptionally long period of time.
– To find oneself without breath.
– To be the incredible decaying man.
– Worm buffet.
– Kick the bucket.
– Buy the farm.
– Take the cab.
– Cash in your chips.
– And if we bury you ass up, we have a place to park my bike.

Acho que foi Benjamin Franklin quem disse “Neste mundo só há duas certezas: a morte e os impostos”. Amplexo.

Ulisses Wehby de Carvalho
Ulisses Wehby de Carvalho
14 anos atrás

Lucas,

Muitíssimo bem lembrado! Obrigado pela participação.

Abraços a todos

Lucas
Lucas
14 anos atrás

Ou entao ‘Kick the bucket’ que acredito ter um sentido mais proximo de ‘Bater as botas’.
So’ lembrando no entanto que e’ totalmente diferente do nosso “Chutar o balde” :).