Google: como fazer pesquisas para tirar dúvidas de inglês?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ulisses Wehby de Carvalho

Google

Como pesquisar no Google para tirar dúvidas de inglês?

A dúvida

É cada vez mais frequente o uso do Google para verificarmos existência, adequação, correção e/ou frequência do emprego de determinada estrutura em inglês. Por exemplo, você quer comparar “to have a talk to” com “to have a talk with” para saber qual das duas formas deve usar na frase “I’ll have a talk with/to the customer on Monday.” (Conversarei com o cliente na segunda-feira.). Como você está escrevendo um e-mail para o chefe, não quer correr o risco de escorregar e decide pesquisar a fundo.

google

É importante separarmos a expressão “to have a talk with” do verbo “to talk (to/with)”. Sozinho, o verbo é geralmente acompanhado de “to” ou “with”. Há diferenças sutis entre o uso de uma ou outra preposição, mas como essa não é a dúvida agora, não vou me aprofundar no assunto.

Você abre a página do Google e digita “have a talk to” e conta o número de ocorrências. Repete o processo com “have a talk with” e chega à seguinte conclusão: “Tanto faz, tem as duas”. Pode confessar que você já adotou essa prática mais de uma vez, não é? Tudo bem, você não é o único.

Cf. Autonomia não é só para autodidatas

Não se esqueça, no entanto, de que a Internet aceita tudo e, se está na rede, o Google registra indiscriminadamente. Ou você ainda tem dúvida de que existe muita bobagem escrita por aí? Exceção feita a algumas fontes de referência confiáveis, incluindo, é claro, este excelente blog e seu modesto idealizador! 😉 Além disso, você pode computar as duas sentenças abaixo – corretíssimas do ponto de vista gramatical, diga-se de passagem – como se fossem resultados válidos na sua busca.

  • I have a talk to prepare for tomorrow.
  • Tenho de preparar uma palestra para amanhã.
  • Suppose you have a talk to give, where do you start?
  • Imaginemos que você tenha de fazer uma palestra, por onde você começa?

É claro que elas não deveriam ser incluídas na estatística, pois se trata de construção totalmente diferente.

Só “jogar no Google” não adianta!

Nas dúvidas mais importantes, limite sua pesquisa a sites “confiáveis” como, por exemplo, bbc.co.uk, cnn.com, washingtonpost.com etc. Como? Confira o passo-a-passo de uma análise criteriosa a seguir. Como a fiz há algum tempo, os números certamente serão diferentes agora.

Cf. Os 10 erros mais comuns de quem estuda inglês

No campo de busca do Google, digite “have a talk with” (com as aspas mesmo para que só apareçam ocorrências em que as palavras estão na ordem exata), aperte a barra de espaço uma vez e digite site:cnn.com ou site:bbc.co.uk (para que sejam exibidos apenas resultados dos sites da CNN ou da BBC).

Nesse exemplo, serão obtidas 8 ocorrências (13 no total mas 5 são repetidas) desta estrutura só no site da CNN. Não se esqueça de também testar as conjugações verbais “had a talk with/to”, “has a talk with/to” e “having a talk with/to” para cada um dos sites. Ainda assim, é necessário ter cuidado e ler alguns resultados para confirmar se o emprego das frases bate com o que você procura. Além disso, não se esqueça de que alguns sites “confiáveis” mantêm fóruns de discussão abertos ao público e, é claro, essas ocorrências não podem ter o mesmo peso daquelas extraídas de textos redigidos e revisados por profissionais.

Os resultados

Observe os resultados que encontrei em cinco renomados órgãos de imprensa:

  • CNN
    • have a talk with + variações = (11)
    • have a talk to + variações = (0)
  • BBC
    • have a talk with + variações = (38)
    • have a talk to + variações = (3*)
  • USA Today
    • have a talk with + variações = (27)
    • have a talk to + variações = (0)
  • Washington Post
    • have a talk with + variações = (23)
    • have a talk to + variações = (0)
  • The Guardian
    • have a talk with + variações = (10)
    • have a talk to + variações = (2)

Placar final: have a talk with = 109 X have a talk to = 5 (* 2 em fóruns abertos ao público)

Cf. 10 dicas para o currículo em inglês

Conclusão

Podemos, com segurança, afirmar que a segunda opção está errada? Afinal de contas, 109 a 5 é goleada! Calma, ainda não. A conclusão a que chegamos é que “to have a talk with” é a alternativa mais comum usada em órgãos conhecidos de imprensa (norma culta) e isso vale tanto para o inglês britânico (2 portais) quanto para o americano (3 portais). Portanto, a dúvida está esclarecida.

Em suma, busca indiscriminada no Google é como fazer arrastão no mar com rede muito fina; há o risco de se achar que sapato, lata velha e pneu é peixe. Com mais critério na pesquisa, você até vai perder uns minutinhos a mais no trabalho, mas não corre o risco de perder o emprego. Não por causa do inglês!

Cf. Tradutor Online: Dá para confiar?

Cf. As palavras em inglês que você não precisa aprender

Cf. Como melhorar o listening? A dica que você nunca ouviu…

Speak up! We’re listening…

Gostou das dicas sobre como pesquisar no Google? Espero que as informações tenham sido úteis para o seu aprendizado de inglês. Críticas e sugestões são sempre muito bem-vindas na seção de comentários. Valeu! Obrigado!

Pela educação

Se gostou das dicas, dê uma força para o Tecla SAP e clique no ícone da rede social de sua preferência, à esquerda. Participe dessa corrente pela educação. Muito obrigado pelo interesse e pela participação.

Referência: Top 100 – As cem melhores dicas do Tecla SAP de Ulisses Wehby de Carvalho, ©Tecla SAP, 2014.