Simultânea do show do Marco Luque

Tempo de leitura: 5 minutos

Marco Luque by Ulisses Wehby de Carvalho

Marco Luque

Marco Luque

Interpretando Marco Luque

São poucos os trabalhos de tradução simultânea que chamam a atenção do público. Na maioria das vezes, trabalhamos em reuniões de negócio, treinamentos, congressos científicos, fábricas, etc. Nada de muito espetacular ou atraente. Se traduzimos personalidades, no entanto, com transmissão pela TV ou não, a coisa muda de figura. Quando isso acontece, eu venho correndo contar para vocês. Foi o que fiz quando traduzi o Presidente Barack Obama, a atriz Sigourney Weaver e o Mister M (lembra dele?), entre outros.

Essa semana, aconteceu de novo. Tive a oportunidade de traduzir um show do comediante Marco Luque. Ele encerrou um evento comemorativo de empresa privada. Como havia convidados estrangeiros, os intérpretes foram contratados para traduzir as apresentações que precederam a cerimônia de premiação e, é claro, o show de encerramento.

Como foi a minha primeira vez fazendo algo do gênero, confesso que estava um tanto apreensivo. Não há como se preparar para esse tipo de trabalho. Não há roteiro definido, não há glossário nem PowerPoint! A nosso favor, só o fato de ser uma celebração sem grandes responsabilidades, pois, afinal de contas, não se trata de um evento médico em que uma técnica cirúrgica é apresentada nem de reunião diplomática para negociar a paz entre dois países. As dificuldades, por outro lado, eram muitas. Seguem algumas delas  que o Milton Roth, o colega com quem dividi a cabine, e eu enfrentamos.

  • Velocidade – Os humoristas pensam e falam rápido. Até aí nada de muito diferente do dia-a-dia do intérprete.
  • Imprevisibilidade – A narrativa era evidentemente caótica, sem uma ordem linear lógica e previsível. A parte mais difícil para mim foi na hora em que ele falou uns 15 nomes de esmalte praticamente sem respirar.
  • Palavrões – O Marco Luque não fala muitos palavrões no palco, o que dificulta ainda mais o nosso trabalho. Traduzir palavrão é muito fácil; o difícil é traduzir meio palavrão, ou seja, uma intenção de dizer a palavra chula que acaba no emprego de um meio-termo cuja tradução é bem mais complicada. Por exemplo, (crianças saiam da sala!) traduzir “cu” não representa nenhuma dificuldade (asshole), o complicado é traduzir “fiofó”.
  • Sons – Apesar de não precisarmos reproduzir os sons de vídeo game, de música de danceteria, de latido de cachorro, da duchinha do vaso sanitário etc., não dá para traduzir imitando mulher, personagem de desenho animado e até o próprio cachorro!
  • Auto-controle – Não foi fácil conseguir segurar nosso próprio riso. É claro que já traduzi muitos relatos engraçados – e outros bem tristes também! – ao longo da carreira e que também exigiram auto-controle. Manter a compostura durante uma hora de stand-up comedy foi bem mais difícil.

Pude observar que os estrangeiros que acompanhavam nossa tradução estavam rindo e assistiram ao show até o fim. A cliente veio nos agradecer e elogiar porque também estava ouvindo nosso trabalho. Como costuma dizer meu pai: Entre mortos e feridos, salvaram-se todos! A experiência foi para mim muito gratificante.

Não se iluda, no entanto, porque a vida de intérprete não é só traduzir chefe-de-estado e celebridade. Os momentos de glamour e alegria param por aqui. Na semana que vem o trabalho é acompanhar uma auditoria. Quer que eu conte depois como foi? 😉

Se você tiver alguma dúvida sobre esse ou outro tipo de trabalho de simultânea, por favor, envie sua pergunta na seção de comentários abaixo. Muito obrigado.


Vocabulário

Assista aos vídeos da playlist Vocabulário do canal Tecla SAP com Ulisses Carvalho no YouTube! Você já deve saber que é preciso esforço diário para você conseguir aumentar seu vocabulário de inglês. Ter um vocabulário rico e variado na língua inglesa é fundamental para você se comunicar com muito mais confiança em inglês!

Clique aqui e confirme para se inscrever gratuitamente no canal Tecla SAP com Ulisses Carvalho no YouTube. Enriqueça seu vocabulário de inglês, aperfeiçoe sua pronúncia e amplie seus conhecimentos gerais. Bons estudos!


Cf. Tradução Simultânea

Cf. Artigo: Como arranjar trabalho (de tradução simultânea)?

Cf. asdfTradutor e intérprete: como se tornar um profissional da área?

Speak up! We’re listening…

Nós do Tecla SAP queremos muito saber o que você achou das dicas sobre a interpretação do show do Marco Luque. Participe enviando sua opinião na seção de comentários, no rodapé desta página. Muito obrigado!

Pela educação

Compartilhe este texto sobre a tradução simultânea do show de stand-up do Marco Luque, ou qualquer outro do Tecla SAP, com aqueles amigos que estão estudando inglês e/ou precisam se comunicar em inglês no trabalho. Você pode compartilhar o post na rede social de sua preferência ou, é claro, nos grupos do Facebook e WhatsApp. Nunca é demais repetir que sua colaboração é fundamental para que, juntos, possamos levar conteúdo educacional a cada vez mais pessoas. O Tecla SAP, seus amigos e a educação agradecem.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

41 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Cf. Simultânea do show do Marco Luque […]

trackback

[…] Cf. Simultânea do show do Marco Luque […]

Evandro
Evandro
9 anos atrás

Parabéns 😉

mais fiquei nessa duvida tbm

como vc traduziu fiofó ?

kkkkkk

Adriana Pereira Santos
Adriana Pereira Santos
9 anos atrás

Definitivaamente, se tinha alguém que podia fazer esse trabalho, era você! Também gostaria de ter visto!

M Paula Simonsen Coutinho

Ulisses, Parabéns!!! Adoraria ter visto! ninguém melhor do que você para encarar essa!!! beijos

Milton Roth
9 anos atrás

Como seu "concabino", endosso tudo que você disse e achei muito legal você compartilhar. Acho que para mim o mais difícil foi não rir, que em momentos foi inevitável. Outra coisa com a qual também tivemos muita dificuldade foi com o registro informal, gírias, nomes de produtos usados em tom jocoso. Talvez tenha sido um dos trabalhos mais difíceis que já fiz… e mais engraçados!

Andre
Andre
9 anos atrás

Ulysses, uma curiosidade: como vc traduziu fiofó? (se é que foi esse o caso concreto rs)

Natacha
9 anos atrás

PA-RA-BÉNS Sr. Ulysses… já fiz algumas traduções simultâneas como voluntária só e a conclusão que eu cheguei foi que como tradutora, sou ótima professora. É bem difícil mesmo, ainda mais segurar o riso com o Marco Luque. Mas sigo seguindo seu blog, twitter e dicas que também são boas pros teacher.

Alessandro Brandão
9 anos atrás

Oi Ulisses,

Não perco um post seu aqui no TS. Mas esses onde você conta um pouco sobre a sua profissão e um trabalho que realizou eu leio com mais atenção. Acho que você deveria publicar mais posts assim, não precisa ser só quando você interpreta algum famoso.

Para interpretar o Marco Luque e seu humor (da nova geração) tem que ser fera mesmo. Só você mesmo.

Parabéns pelo sucesso!

Ozana Felipe
9 anos atrás

Eu gosto muito do Tecla Sap, e admiro muito vc Ulisses, pelo seu trabalho e esforço. Adorei essa matéria, por favor conte-nos mais sobre suas experiências, Ok? Ozana

Fátima Rufino Cordeiro
Fátima Rufino Cordeiro
9 anos atrás

Ulisses,
Parabéns pelo belo trabalho e obrigada por compartilhar estas experiências conosco!

Abraços,
Fátima Rufino.

Betto
Betto
9 anos atrás

Hi Mr. Ulisses!

I attend a gospel church and once we had an international preacher, from Africa I think… I wasn’t there on this time, but I always think about: “If the shepherd brings other preacher, shall I try to interpret him? I’ve never done it before and I don’t have too much experience in English. Do you have some advice about it?

Congratulations for your great job!
Regards,
Beto.

malu
malu
9 anos atrás

WAY TO GO!!!!

AnaPaula E Marco Bufis
9 anos atrás

Ulisses, SEI que esse é um trabalho muito difìcil, que exige muita memòria, muito conhecimento, muita rapidez na organizaçao das idèias e muita coragem e é por isso que lhe dou meus PARABÉNS!
Ana Paula

Segundo Torres
9 anos atrás

Deve ter sido mesmo um grande desafio, o maior mesmo é ficar sem rir durante uma apresentação do Marco Luque.

julio
julio
9 anos atrás

Olá Ulisses, kraka kara! cheguei meio atrasado pra comentar, mas não pude deixar de fazê-lo…sou só estudante de inglês, mas senti na pele um pouco da sua apreensão que vc deve ter sentido lá..já acho que deve ser difícil traduzir filmes de comédia, imagine uma stand-up ali, ao vivo, parabéns mesmo! que pena que não tem a gravação no youtube pra gent ver como é o trabalho de traduzir um stand-up. mas vlw!

Sabrina
Sabrina
9 anos atrás

Hi Ulisses, admiro seu trabalho sempre!

Sou sua fã!

Parabens, mas me diz uma coisa, não tem
nenhuma “palinha” da tradução do stand up Marco Luque?
Adoraria ver o vídeo!!

Grande Beijo!

Antonio Silva
9 anos atrás

Admiro muito esse tipo de trabalho.Parabéns, por compartilhar seus conhecimentos conosco que estamos na batalha de aprender o inglês ou no caso de outros que precisam aperfeiçoar o seu inglês ou até para que já sabe e aprecia dicas e expressões desconhecidas.parabéns!!!

Julia Monteiro de Castro
Julia Monteiro de Castro
9 anos atrás

Parabéns mais uma vez e se puder nos conte sobre a auditoria.

Dorian
Dorian
8 anos atrás

Também quero saber sobre a auditoria. Deve ter termos bem diferentes e interessantes que não usamos com frequencia no dia a dia. E é algo bem diferente para se usar um intérprete para isso. Será que vc fica intrigado junto quando aparece uma irregularidade? rs.

Marcelo Santiago
9 anos atrás

First of all, i want to compliment u on ur english, as if you needed it lol, but like, something i really admire, a perfect spoken english, perfect rhythm, timing, intonation and so forth, n YOU ARE PERFECT IN ALL THESE THINGS and about what u told above, i wish i could watch it, that'll be so awesome, if you have it recored lol, give the copy lol. But seriously, if you have some links to give us, showing you doing your job, we'd appreciate it so much. thanx