Simultânea do show do Marco Luque

Tempo de leitura: 5 minutos

Marco Luque by Ulisses Wehby de Carvalho

Marco Luque

Marco Luque

Interpretando Marco Luque

São poucos os trabalhos de tradução simultânea que chamam a atenção do público. Na maioria das vezes, trabalhamos em reuniões de negócio, treinamentos, congressos científicos, fábricas, etc. Nada de muito espetacular ou atraente. Se traduzimos personalidades, no entanto, com transmissão pela TV ou não, a coisa muda de figura. Quando isso acontece, eu venho correndo contar para vocês. Foi o que fiz quando traduzi o Presidente Barack Obama, a atriz Sigourney Weaver e o Mister M (lembra dele?), entre outros.

Essa semana, aconteceu de novo. Tive a oportunidade de traduzir um show do comediante Marco Luque. Ele encerrou um evento comemorativo de empresa privada. Como havia convidados estrangeiros, os intérpretes foram contratados para traduzir as apresentações que precederam a cerimônia de premiação e, é claro, o show de encerramento.

Como foi a minha primeira vez fazendo algo do gênero, confesso que estava um tanto apreensivo. Não há como se preparar para esse tipo de trabalho. Não há roteiro definido, não há glossário nem PowerPoint! A nosso favor, só o fato de ser uma celebração sem grandes responsabilidades, pois, afinal de contas, não se trata de um evento médico em que uma técnica cirúrgica é apresentada nem de reunião diplomática para negociar a paz entre dois países. As dificuldades, por outro lado, eram muitas. Seguem algumas delas  que o Milton Roth, o colega com quem dividi a cabine, e eu enfrentamos.

  • Velocidade – Os humoristas pensam e falam rápido. Até aí nada de muito diferente do dia-a-dia do intérprete.
  • Imprevisibilidade – A narrativa era evidentemente caótica, sem uma ordem linear lógica e previsível. A parte mais difícil para mim foi na hora em que ele falou uns 15 nomes de esmalte praticamente sem respirar.
  • Palavrões – O Marco Luque não fala muitos palavrões no palco, o que dificulta ainda mais o nosso trabalho. Traduzir palavrão é muito fácil; o difícil é traduzir meio palavrão, ou seja, uma intenção de dizer a palavra chula que acaba no emprego de um meio-termo cuja tradução é bem mais complicada. Por exemplo, (crianças saiam da sala!) traduzir “cu” não representa nenhuma dificuldade (asshole), o complicado é traduzir “fiofó”.
  • Sons – Apesar de não precisarmos reproduzir os sons de vídeo game, de música de danceteria, de latido de cachorro, da duchinha do vaso sanitário etc., não dá para traduzir imitando mulher, personagem de desenho animado e até o próprio cachorro!
  • Auto-controle – Não foi fácil conseguir segurar nosso próprio riso. É claro que já traduzi muitos relatos engraçados – e outros bem tristes também! – ao longo da carreira e que também exigiram auto-controle. Manter a compostura durante uma hora de stand-up comedy foi bem mais difícil.

Pude observar que os estrangeiros que acompanhavam nossa tradução estavam rindo e assistiram ao show até o fim. A cliente veio nos agradecer e elogiar porque também estava ouvindo nosso trabalho. Como costuma dizer meu pai: Entre mortos e feridos, salvaram-se todos! A experiência foi para mim muito gratificante.

Não se iluda, no entanto, porque a vida de intérprete não é só traduzir chefe-de-estado e celebridade. Os momentos de glamour e alegria param por aqui. Na semana que vem o trabalho é acompanhar uma auditoria. Quer que eu conte depois como foi? 😉

Se você tiver alguma dúvida sobre esse ou outro tipo de trabalho de simultânea, por favor, envie sua pergunta na seção de comentários abaixo. Muito obrigado.


Vocabulário

Assista aos vídeos da playlist Vocabulário do canal Tecla SAP com Ulisses Carvalho no YouTube! Você já deve saber que é preciso esforço diário para você conseguir aumentar seu vocabulário de inglês. Ter um vocabulário rico e variado na língua inglesa é fundamental para você se comunicar com muito mais confiança em inglês!

Clique aqui e confirme para se inscrever gratuitamente no canal Tecla SAP com Ulisses Carvalho no YouTube. Enriqueça seu vocabulário de inglês, aperfeiçoe sua pronúncia e amplie seus conhecimentos gerais. Bons estudos!


Cf. Tradução Simultânea

Cf. Artigo: Como arranjar trabalho (de tradução simultânea)?

Cf. asdfTradutor e intérprete: como se tornar um profissional da área?

Speak up! We’re listening…

Nós do Tecla SAP queremos muito saber o que você achou das dicas sobre a interpretação do show do Marco Luque. Participe enviando sua opinião na seção de comentários, no rodapé desta página. Muito obrigado!

Pela educação

Compartilhe este texto sobre a tradução simultânea do show de stand-up do Marco Luque, ou qualquer outro do Tecla SAP, com aqueles amigos que estão estudando inglês e/ou precisam se comunicar em inglês no trabalho. Você pode compartilhar o post na rede social de sua preferência ou, é claro, nos grupos do Facebook e WhatsApp. Nunca é demais repetir que sua colaboração é fundamental para que, juntos, possamos levar conteúdo educacional a cada vez mais pessoas. O Tecla SAP, seus amigos e a educação agradecem.