ABSOLUTELY: qual é o significado e a tradução de “ABSOLUTELY”?

Tempo de leitura: 2 minutos

Absolutely by Ulisses Wehby de Carvalho

ABSOLUTELY

absolutely

ABSOLUTELY = claro que sim
ABSOLUTELY NOT = absolutamente

Preste muita atenção ao usar esta palavra em inglês e o cognato “absolutamente” em português. Essas duas palavras têm sentidos opostos e têm o potencial de causar grandes mal-entendidos! Como bem sabemos, a palavra “absolutamente” no português falado no Brasil* tem sentido negativo e é normalmente usada para recusar uma oferta, pedido, sugestão etc. Em inglês, absolutely tem sentido contrário, ou seja, esse termo é utilizado para concordar. No exemplo a seguir, significa “Claro que sim!”; “Com toda certeza.”; “Sem dúvida.”.

  • A: Do you really think he did the right thing? B: Absolutely!
  • A: Você acha mesmo que ele agiu corretamente? B: Com certeza!

* OBSERVAÇÃO: Em Portugal, emprega-se “absolutamente” com o sentido afirmativo.

Certo ou errado?

É certo ou errado? Mas qual é o certo? Está na hora de você virar a página e conhecer o conceito de adequação. Assista ao vídeo e amplie seus conhecimentos gerais. Aprenda a entender as diferenças entre o inglês informal e o inglês formal. Sem sustos!

Clique aqui e confirme para se inscrever gratuitamente no canal do Tecla SAP no YouTube. Bons estudos. A gente se fala!

Cf. CLAIM: qual é o significado e a tradução de “CLAIM”?

Cf. OFTEN: evite traduzir “often” por “frequentemente”!

Cf. HAT TRICK: qual é o significado e a tradução da expressão?

Speak up! We’re listening…

Você gostou das dicas sobre o significado de absolutely? O conteúdo contribuiu para você enriquecer seu vocabulário de inglês e/ou ampliar seus conhecimentos gerais? Expresse sua opinião na seção de comentários, por favor. Muito obrigado pela participação.

YouTube, Facebook, Twitter, Instagram etc.

Vamos continuar essa conversa sobre absolutely nas redes sociais? São várias as opções para você não deixar seu inglês enferrujar:

Você já sabe que é muito importante manter contato constante com a língua inglesa, não sabe? Então não perca essa oportunidade! É grátis! A conversa não precisa ser sobre absolutely. Podemos trocar ideias sobre outros assuntos relacionados ao estudo da língua inglesa. A gente se fala em breve…

Referência

Guia Tecla SAP: Falsos Cognatos, de Ulisses Wehby de Carvalho – © Tecla SAP, 2013. Leia a resenha.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

19 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sarah Gama
Sarah Gama
1 ano atrás

Comentário de leiga (brasileira): eu não fazia a mínima ideia de que “absolutamente” era uma expressão negativa. Eu sempre usei como e sempre me soou positiva.

Lilian Jimenez-Ramsey
Lilian Jimenez-Ramsey
9 anos atrás

Esta discussão é fascinante. Por um lado há o desejo de ter à disposição regras inefáveis com as quais podemos contar sempre que queiramos defender nosso ponto de vista; por outro, a vontade louca de derrubá-las porque o uso, inexoravelmente, modela e transforma a língua a cada segundo que passa. O problema é plasmar essa transformação a tempo em normas escritas para a consulta daquele que anseia o bom falar e o bom escrever. Por isso, acredito que, como sempre, voltar ao velho contexto é o recomendável. Contexto em todo sentido, e cabeça aberta para os mundos lusófonos, que são muitos. Ah, a grafia correta é “malfeito”, sem hífen.

Thaís Ribeiro
Admin
9 anos atrás

Oi Lilian, tudo bem?

Muito obrigada por enriquecer a discussão com seu comentário. Realmente, dependemos das regras da norma culta para falarmos e escrevermos bem; mas, por outro lado, a língua é um organismo vivo que não pode ser “congelado”. Nada como o contexto para nos equilibrar nessa corda bamba, não é?
Obrigada também pela contribuição ortográfica.

Continue acompanhando o Tecla SAP e nos enviando seus comentários.

Um abraço!

Uilian Campos
Uilian Campos
9 anos atrás

Prezadíssimo Ulisses:

sou admirador profundo do seu trabalho e frequente visitador de seu site. No entanto, tanto como professor de língua portuguesa e inglesa, como pesquisador de Linguística Aplicada, sinto-me incomodado com a ideia – ainda de que haja registros feitos por importantes dicionaristas – de que “absolutamente”, no Português Brasileiro, tenha carga semântica negativa.

Como podemos ver, vários leitores discordaram – de maneira acadêmica ou intuitiva, que, nesse caso, talvez seja uma separação desnecessária – dessa definição. Pode ser um sinal de que, no uso, esse termo contradiga uma tendência normativizada da língua. Eu, particularmente, não seria categórico ao afirmar que “absolutamente” significa “não, de jeito algum” no PB. Se os falantes assim não o reconhecem (ainda que parcialmente), é um sinal de que o conceito do signo assim designado não corresponde ao seu efetivo uso na vida social. E, conforme propõe Saussure, para o signo só há o reconhecimento no seio da vida social.

Um forte abraço! Parabéns pelo trabalho!

p.s.: espero ter contribuído, ainda que minimamente, para o debate.

Uallisson
Uallisson
9 anos atrás
Reply to  Uilian Campos

Eu sempre soube que absolutamente é sinônimo de não. Acredito eu que as pessoas que fazem essa confusão seja pelo fato de que em Portugal o sentido é justamente o oposto. Além disso, provavelmente, essas pessoas também devem falar inglês e, assim, sejam vítimas dos falsos cognatos.

sergio
sergio
10 anos atrás

Engraçado que aqui no Brasil “absolutamente” quer dizer “de modo algum”, mas em Portugal quer dizer “claro que sim”. Que confusão kkkk

Dario
Dario
11 anos atrás

As duas formas estão corretas –tanto no sentido negativo quanto afirmativo– basta saber a hora de usar.

ref
http://wp.clicrbs.com.br/sualingua/2009/04/27/absolutamente-e-negativo/

Isadora
Isadora
12 anos atrás

O que quis demonstrar é que o termo absolutamente não tem “sentido negativo” como o referido no post.
Acredito na predominância de enforço ao positivo, porém existem muitos casos do uso de “absolutamente não”.

Segue uma pequena referência: http://www.dicio.com.br/absolutamente/

Isadora
Isadora
12 anos atrás

Eu gostaria de discordar sobre o uso do termo “absolutamente” em português.
Acredito que a predominância do uso de “absolutamente” corresponde ao significado de “sim” ou “claro que sim” (e que isso não tem relações com traduções mal-feitas, ao meu ver).

Abraços

Adriano Monteiro
Adriano Monteiro
13 anos atrás

Caro Ulisses, creio, em minha humilde opinião, que, mesmo no Brasil, para que “absolutamente” tenha sentido negativo, deva estar contextualizada ou, no mínimo, ser acompanhada de gesto negativo (com a cabeça ou com o dedo). Fora destes casos, eu, pessoalmente, nunca a utilizei ou a vi ser utilizada com conotação negativa. Contudo, posso estar enganado, visto que sua autoridade no assunto é inegavelmente maior que a minha. Aproveito a ocasião para elogiar seu blog e seus ótimos artigos. São realmente indispensáveis! Seu livro está na minha lista das próximas leituras. Valeu!!!

GMAM
GMAM
14 anos atrás

Estranho… em toda minha vida eu sempre ouvi, escrevi, falei e aachei que “absolutamente” fosse em sentido afirmativo, porque vem de “absoluto”, “incontestável”. Então “Incontestavelmente”, “Inegavelmente”, etc.
No Português do Brasil tem sentido negativo?

Ulisses Wehby de Carvalho
Ulisses Wehby de Carvalho
14 anos atrás

Anônimo,

Obrigado pelo interesse no blog e pelo comentário. Não há ambiguidade nesta questão, pois no Brasil “absolutamente” é sinônimo de “não”, “de jeito nenhum”, “em hipótese alguma” etc.

Talvez de maneira inconsciente você esteja sendo vítima dos falsos cognatos. Cuidado para não cair nesta armadilha!

A coisa muda de figura se estivermos falando do português falado em Portugal. Confira as definições do Houaiss:

2 Regionalismo: Brasil.
de modo nenhum; de jeito algum
Ex.: não permito a. que você repita isso
3 Regionalismo: Portugal.
sem dúvida que sim; certamente que sim

Abraços a todos

Felipe
Felipe
9 anos atrás

Sempre usei o mesmo sentido que em inglês, além do mais, olha só:
“absolutamente adv. (absoluta+mente) 1 De modo absoluto. 2 Emprega-se para reforçar as afirmações e principalmente as negações. 3 Após oração de sentido negativo é frequente aparecer com elipse da partícula de negação: “A fórmula de saudação aí lembrada não existe. Absolutamente” (João Ribeiro). Por contaminação e redução sintática, realiza-se também a elipse do advérbio negativo em orações que contrariam orações anteriores, principalmente quando interrogativas, e o termo absolutamente equivale a absolutamente não: Esteve lá? Absolutamente.”

Anonymous
Anonymous
14 anos atrás

Valeu pela dica. No entanto, eu vejo uma enorme ambiguidade no sentido da expressão “absolutamente” mesmo em português. Na verdade, raras vezes uso esta palavra, e quando a uso, a uso no mesmo sentido que tem em inglês, ou seja, como uma confirmação enfática do que se está perguntando. Quando quero enfatizar uma negação, aí sim diria “absolutamente não”.