Je suis Charlie e o verbo DRAW

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ulisses Wehby de Carvalho

Je suis Charlie

Ao ficar sabendo dos assassinatos covardes de 12 pessoas em Paris fiquei inicialmente em estado de choque como, suponho, milhões de pessoas em todo o mundo. A incredulidade pouco a pouco foi dando lugar à repulsa por mais um ato bárbaro de intolerância. Toda e qualquer forma de intransigência deve ser repelida com veemência sob pena de nos tornarmos vítimas do medo. Todos os que acreditamos na liberdade de expressão fomos vítimas de mais uma atrocidade ao direito de se expressar.

je suis charlie

O Tecla SAP é um blog de educação cujo propósito primordial é levar conhecimento sobre a língua inglesa para seus leitores. Há, no entanto, certos acontecimentos que exigem um posicionamento do veículo porque a omissão nessas horas pode ser considerada, em certa medida, um ato de covardia. Daí o título do post ser Je suis Charlie, cuja tradução é “Eu sou Charlie”.

Ao mesmo tempo em que este post é um manifesto de repúdio ao ataque à revista Charlie Hebdo e à liberdade de expressão, o Tecla SAP aproveita a oportunidade para esclarecer um dos cartoons que foram publicados logo após o atentado. Dentre as várias homenagens prestadas por cartunistas do mundo todo, a do australiano David Pope nos oferece a oportunidade de conhecermos dois significados importantes do verbo to draw.

he-drew-first

A frase He drew first tem duplo sentido em inglês. A razão é simples: dentre os vários significados do verbo to draw, “desenhar” e “sacar” são os que foram empregados pelo artista. A tradução de He drew first pode ser, portanto, “Ele sacou primeiro” ou “Ele desenhou primeiro”.

É evidente que a explicação de trocadilho em um idioma não causa o mesmo efeito em língua estrangeira. A graça da ambiguidade existe porque o cérebro capta os dois sentidos em uma fração de segundo e, por um breve instante, se confunde entre os dois. Essa reação não será a mesma, é óbvio, se os dois significados forem processados com um intervalo muito grande entre eles.

Aproveitando o tema do post, você conhece o personagem de desenho animado Quick Draw McGraw? Sabe como ele ficou conhecido no Brasil? Quick Draw é equivalente à expressão “rápido no gatilho”. No post “Personagens de desenho animado em inglês” você descobre a resposta e reforça o aprendizado desse artigo.

Para finalizar, eu gostaria que você conhecesse um provérbio da língua inglesa que, embora de forma trágica e abjeta, se confirma mais uma vez: The pen is mightier than the sword. Sugestões de tradução do provérbio são muito bem-vindas na seção de comentários. Je suis Charlie!

Cf. Vocabulário sobre violência

Cf. ISIS: qual é o significado e a tradução da sigla?

Cf. RIP: qual é o significado e a tradução da sigla “R.I.P.”?

Speak up! We’re listening…

Você já conhecia esses dois significados do verbo “DRAW”? Nós do Tecla SAP gostaríamos de saber se as informações foram de certa forma úteis para você enriquecer o seu vocabulário de inglês. Envie, por favor, comentário no rodapé da página. Obrigado!

Dicas de inglês por e-mail

Está na hora de você dar um jeito no seu inglês! Faça seu cadastro agora mesmo e comece a receber gratuitamente as dicas de inglês do Tecla SAP. O cadastro é grátis e não leva nem 30 segundos! Clique no botão abaixo e digite nome e e-mail. E você ainda leva dois presentes especiais. A gente se fala…

Quero receber as dicas de inglês mais os dois e-books!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

17 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rubens Knupfer Coelho
Rubens Knupfer Coelho
6 anos atrás

Sugestão de tradução do provérbio: Um lápis é mais eficaz que uma arma : )

Ulisses Wehby de Carvalho

Rubens, tudo bem?

Muito obrigado pela sugestão de tradução. Ficou ótima! Volte sempre.

Abraços

JrKnoll
JrKnoll
6 anos atrás

Sensacional ! Como sempre.

Vilma Benini
Vilma Benini
6 anos atrás

excelente como sempre, Ulisses!

Farlley Rodrigues
Farlley Rodrigues
6 anos atrás

Isso me lembra um desenho do Pernalonga onde ele se dirfarça de cigano e pergunta a um daqueles bandidos patetas típicos de desenho animado:
– Quer que eu leia sua mão?
O bandido diz que sim e estende a mão. O Pernalonga pinta a palma de vermelho.
Só depois de muitos anos que eu fui entender a graça do trocadilho. No original o coelho disse:
– Do you want to have your hand read?

Raphael Souza de Melo
Raphael Souza de Melo
6 anos atrás

Quick Draw McGraw, um clássico. Apesar de eu não ser muito velho, é sempre bom lembrar da minha infância, ainda que numa circunstancia como essa.

My thoughts and prayers are with the French people and the victim’s families.

Je suis Charlie.

W.O.J.
W.O.J.
6 anos atrás

A primeira vez que ouvi a palavra “drew” sendo usada de forma similar à da charge que ilustra este post foi no filme FIRST BLOOD (em português: RAMBO – PROGRAMADO PARA MATAR). Naquela cena em que o Rambo fala com o Cel. Trautman por rádio e explica como começou toda a confusão com o xerife Will Teasle, o personagem de Stallone encerra a conversa com um “They drew first blood, not me.”, fazendo referência também ao título original do filme.

Alexandre Carvalho
6 anos atrás

Ontem mesmo, enquanto acompanhava o noticiário, uma das reportagens explicou esse duplo significado para o verbo “draw”, o que torna o desenho ainda mais interessante e oportuno. Sobre o Quick Draw McGraw, essa eu nem preciso consultar ou pesquisar a resposta, pois gravei esse nome ainda criança. Em bom português, trata-se do nosso velho amigo da infância Pepe Legal! 🙂

Neuza
Neuza
6 anos atrás

“A caneta é mais poderosa que a espada”. Infelizmente a caneta só age depois da espada consumar seu ato. O episódio da França nos dá a dimensão do perigo que o ser humano corre todos os dias. Valeu aprender sobre o verbo “to draw”. Ulisses, vejo você hoje no Hangout do Kevin (só feras).

Luiz Cláudio Ribeirinho
Luiz Cláudio Ribeirinho
6 anos atrás

“A pena é mesmo mais forte do que a espada”. A expressão foi usada por Jack Nicholson no filme “Batman”, de Tim Burton, onde ele fez o papel do Coringa. Desde então, ela se incorporou ao meu vocabulário. #NousTousSommesCharlie

josesachet
josesachet
6 anos atrás

Nunca havia ouvido esse provérbio antes! Muito interessante.
Quanto à tradução, encontrei na Internet a opção “a pena é mais forte que a espada”. Acredito ser uma boa porque relaciona pena e espada. O uso de pena para escrever e espadas me parece remontar a mesma época… Enfim, só uma viagem minha. Abraços!

Isabel Amorim
Isabel Amorim
6 anos atrás

Je suis Charlie!

Maximiniano Nascimento
Maximiniano Nascimento
6 anos atrás

Excelente texto, Ulisses.
“A caneta é mais forte do que a espada.”

Mauro
Mauro
6 anos atrás

Apenas para ilustrar, aprendi esse verbo quando era jovem e traduzia uma música do grupo irlandês de hiphop House of Pain, famoso pela música Jump Around (Uma babá quase perfeita).
A música é “Shamrocks and Shenanigans” e o trecho é “…I always got my gun, but I never wear a vest….I´m quick on the draw like the horse named McGraw….from the cartoon boom sha lock lock boom”

Samyr Abdo
Samyr Abdo
6 anos atrás

Eis a genialidade do cartunista. Parabéns pelo post.

Roberta Nunes
Roberta Nunes
6 anos atrás

Ótimo post, Ulisses! A tradução poderia ser: A caneta é mais poderosa que a espada? 🙂

Ana Cristina Noira
Ana Cristina Noira
6 anos atrás

The pen is mightier than the sword. A caneta é mais poderosa do que a espada. Indeed! #JesuisCharlie