Títulos de filmes: por que a tradução de títulos de filmes é tão estranha?

Tempo de leitura: 2 minutos

Ulisses Wehby de Carvalho

Títulos de filmes

Segue mais um texto do excelente blog “A Arte da Tradução” da Carol Alfaro. Publiquei na semana passada este artigo, citei a fonte, pus o link mas me esqueci de mencionar o nome da autora. Desta vez, espero não ter dado nenhuma outra mancada.

tradução de filmes

Uma das perguntas que mais ouço é: quem traduz os títulos dos filmes?

Pois finalmente saiu um artiguinho na imprensa – pequeno, simples e simpático – que explica como são criados os títulos de filmes estrangeiros no Brasil.

Criados, não traduzidos. Porque o tradutor não tem nada a ver com essa questão. Não por acaso, nem se faz menção ao tradutor no artigo.

Isso mesmo: os títulos não fazem parte da nossa jurisdição. Muitas vezes, nem sabemos qual é ou será o título de um filme que estamos traduzindo. Portanto, livre os pobres tradutores de filmes da culpa pelos títulos esquisitos, está bem? 😉

Importante

Havia link para o artigo citado acima, mas a matéria foi retirada do ar. Segue trecho do texto de Meriane Morselli.

“No Brasil, os filmes chegam pelas mãos de empresas chamadas distribuidoras – como Warner Bros, Columbia Pictures, UIP e outras -, que batizam os longas para o mercado nacional e, às vezes, deixam o público sem entender quase nada! O principal motivo da escolha do nome é comercial, fazendo os profissionais de marketing quebrar a cabeça até chegar a uma decisão.”

Cf. Oscar, Tradução Simultânea e o Porta dos Fundos Cf. Tradução de títulos de séries: Charlie’s Angels (As Panteras) CfSéries: como aprender inglês com as séries de TV

Speak up! We’re listening…

Gostou do artigo sobre os títulos dos filmes? Nós do Tecla SAP gostaríamos de saber se as informações foram de alguma maneira úteis para você. Escreva, por favor, comentário no rodapé da página. Muito obrigado pelo interesse.

Dicas de inglês por e-mail

Receba as dicas de inglês do Tecla SAP por e-mail. Faça seu cadastro – é grátis – e comece a dar um jeito no seu inglês agora mesmo! Você vai receber todas as semanas boletins especiais com o melhor dos quase 4.400 posts publicados. O cadastro não leva nem 30 segundos! Basta clicar no botão abaixo e digitar nome e e-mail. E você ainda vai levar dois e-books de presente!

Quero receber as dicas de inglês mais os dois e-books!

Referência: Top 100 – As cem melhores dicas do Tecla SAP de Ulisses Wehby de Carvalho, ©Tecla SAP, 2014.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

47 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Cf. Títulos de filmes: por que a tradução de títulos de filmes é tão estranha? […]

Ulisses Wehby de Carvalho

Rosangela, tudo bem?

Muito obrigado pela contribuição. Volte mais vezes!

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

Leonardo, tudo bem?

Muito obrigado pela contribuição. Volte sempre!

Abraços

trackback

[…] Cf. Títulos de filmes: por que a tradução de títulos de filmes é tão estranha? […]

Ulisses Wehby de Carvalho

Yan, tudo bem?

Obrigado pela gentileza de comentar. Volte mais vezes!

Abraços

Luiz Fernando
Luiz Fernando
5 anos atrás

Posso viver em paz agora kkkkk finalmente vou ter resposta para quando alguém falar disso. Thank you 😀

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Luiz Fernando

Luiz Fernando, como vai?

Muito obrigado pelo comentário bem-humorado. Volte mais vezes.

Abraços

Leonardo Alvares
Leonardo Alvares
6 anos atrás

O pior de tudo é eles pegarem títulos de filmes há muito tempo existentes e transferirem exatamente esses mesmos títulos para filmes atuais que não têm absolutamente nada a ver com a estória e nem com o tema dos filmes já existentes. Exemplos: o filme que rendeu a Kevin Spacey o seu primeiro Oscar, chama-se Os Suspeitos, de 1995. Que diabo de Os Suspeitos é esse filme recente? Outro exemplo: filme estrelado por Robert De Niro e Al Pacino, todos sabem que esse é o filme chamado “Fogo contra Fogo”, que também é de 1995. Que filmezinho é esse outro aí chamado Fogo contra Fogo? Tem inúmeros exemplos, mas vou citar só mais um, que é bem atual: Ora, gente! Todo mundo sabe qual é o nome do filme sobre a guerra do Vietnã, de 1978, estrelado por Robert De Niro e que venceu cinco Oscars incluindo filme e diretor. Esse filme (esse sim) é O Franco Atirador, e não esse outrozinho aí do Sean Penn. Que dizer, são coisas assim que não dá pra entender.

Ulisses Wehby de Carvalho

Leonardo, como vai?

Muito obrigado por participar do debate. Volte sempre!

Abraços

Lívia
6 anos atrás

legal saber disso.

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Lívia

Lívia, tudo bem?

Muito obrigado pela participação. Volte sempre!

Abraços

Thiago Joazeiro
Thiago Joazeiro
6 anos atrás

Olá
Eu já tive muitos problemas na locadora de dvd onde trabalhava por causa disso.
Existe um filme cujo o título em inglês é “Wrong Turn”, lançado no Brasil como “Pânico na Floresta”. A mesma produtora que lançou o primeiro filme, mas que não ganhou a concorrência para lançar a continuação “Wrong Turn 2”, muito esperta lançou no Brasil o filme “Timber Falls” como “Pânico na Floresta 2”, que não tem nada a ver com o 1, mas claro, conseguiu muito dinheiro pois as pessoas acreditaram que essa seria a continuação, quando na verdade a continuação ganhou o nome no Brasil de “Floresta do Mal”, já que o Pânico na Floresta 2 já tinha sido registrado. Enfim, as pessoas iam até a locadora querendo esse bendito filme “Pânico na Floresta 2”, que por não ser bom, tinhamos comprado apenas uma cópia, enquanto tinhamos várias cópias do “Floresta do Mal”. Só que as pessoas não acreditavam no que falávamos, talvez por um bloqueio mental, pois tinham que seguir a lógica e assistir ao 2 rsrsrs . Conclusão, “Floresta do Mal” foi um fiasco.

Ulisses Wehby de Carvalho

Thiago, tudo bem?

Obrigado pelo relato interessante. Essa é mais uma dificuldade gerada por essas adaptações. Confesso que nem imaginava que poderia acontecer esse problema. Volte mais vezes.

Abraços

Camila
Camila
6 anos atrás

Interessante.

Alexandre Marchi
7 anos atrás

Olá Ulisses,
Apesar de antigo, este post continua vivo e gerando vários comentários.

Isso porque, imagino eu, este assunto de adaptação do título de filmes para o português incomode muita gente. Inclusive eu…rsrs

Pra tentar ajudar um pouco mais o entendimento de o porque os filmes no Brasil recebem nomes tão esquisitos e, muitas vezes, nada a ver com o original, gostaria de indicar uma entrevista que fiz em meu site com o escritor Iuri Abreu. Ele é autor do livro

Perdidos na Tradução. Este livro trata de maneira muito bem humorada como as adaptações brasileiras foram batizadas. Pra ficar mais engraçado ainda, ele compara, título a título, como seria a tradução literal do título em inglês e inclui como o filme em questão foi batizado em Portugal.

Registramos a conversa em forma de podcast, que está disponível em meu site.

Colocarei o link abaixo, mas caso veja algum problema nisso, entenderei se não puder divulgar.

Link: http://http://mundobla.com.br/cbcast20-perdidos-na-traducao-com-iuri-abreu/

Um abraço e espero ter contribuido.

Alexandre Marchi
7 anos atrás

Link correto: mundobla.com.br/cbcast20-perdidos-na-traducao-com-iuri-abreu/

Cynara
Cynara
7 anos atrás

Olá Ulisses,

Eu, por ser da área, já sabia que era responsa das distribuidoras e isso nunca me incomodou realmente, até porque “À espera de um milagre” é bem melhor e relevante que “A milha verde”, porém há pouco tenho percebido que alguns filmes estão com os títulos muito ruins, mal escolhidos mesmo. É o caso do recente “Pacific Rim” que foi traduzido nada mais e nada menos que “Círculo de Fogo” que, inclusive, já é o título de um outro belíssimo filme.
Gostaria apenas que tivessem mais carinho nesse processo, pois percebo que é algo que tendem a colocar no modo random’

Abs,

Alexandre Marchi
7 anos atrás
Reply to  Cynara

Cynara, tem uma explicação para a escolha de Círculo de Fogo para o original Pacific Rim, e o mais legal é que tem a ver com o roteiro do filme.

Sem querer dar spoilers, os Kaiju (monstros gigantes que atacam a Terra) saem de uma fenda localizada no Oceano Pacífico. Na vida real esta fenda existe. É uma falha em forma de ferradura que possui mais de 40.000 km de extensão e fica localizada ao norte do Oceano Pacífico. Nessa região ficam localizados cerca de 452 vulcões, isso é 75% de todos os vulcões ativos na Terra. A região é também conhecida como Anel de Fogo (Ring of Fire).

Então, se fossemos traduzir ao pé da letra, Pacific Rim seria algo como “Arco do Pacífico”.

Com isso, no meu modo de ver, desta vez os distribuidores gastaram um tempo a mais para estudar o enredo do filme e foram felizes na escolha do título em português.

Um abraço e espero ter contribuído.

Fernando
Fernando
7 anos atrás
Reply to  Cynara

Eu concordo que vários filmes tem uma tradução bem estranha. Eu também acho que vem da necessidade que eu vejo que muito brasileiro tem de que o títulos já deem uma ideia do que o filme se trata. Mas se isso ajudar a entender o porquê de Círculo de fogo. Círculo de fogo é o nome da área do oceano pacífico entre o continente asiático e americano, onde acontecem os eventos do filme, que leva o nome de Pacific Rim em inglês.

Alex
Alex
7 anos atrás

Caindo para o campo da teratologia, e o filme Daunbailó?

Mario Martins
7 anos atrás

Mas tem alguns títulos que traduzidos fielmente ficam MUITO estranhos também. Já pensou o seriado Smallville traduzido para Pequenópolis? Iria ficar parecendo uma estória infantil. 🙂

A tradução de Supernatural para Sobrenatural eu acho estranha pacas também.

Abraços!

Alex
Alex
7 anos atrás
Reply to  Mario Martins

O pior é que Pequenópolis me parece perfeitamente natural. Influências das antigas HQs e do tempo que não entendia chongas de Inglês…

Nestor Albuquerque
Nestor Albuquerque
7 anos atrás

Títulos dos filmes e séries são as piores traduções que essas produções têm no Brasil – 90% deles, se não mais, são “nada a ver” … e porquê?…

Sem falar nas legendas, que ‘pulam’ palavras (às vezes importantes) ou traduzem algumas frases, expressões ou palavras incorretamente.

Anseio pelo dia em que no cinema poder-se-á escolher usar um equipamento de áudio (sem fio, pls) que me deixe ouvir a trilha original, ou no idioma em que eu quiser, de preferência sem as legendas…

Luiz Carlos
Luiz Carlos
8 anos atrás

Ulisses:

Espero que as pessoas não fiquem chateadas com o meu comentário, gosto muito do seu “Site”, tiro dúvidas valiosas dele, aliás, virei seu fã quando assisti uma entrevista contigo. Acho que maior dificuldade das pessoas é a interpretação de texto, e que esta em português! Sei que este não é o objetivo do “Site”, senão o nome não seria “TeclaSap”. Mas acho as pessoas deveriam ler mais, principalmente nossos jovens. Eu conheço vários, inclusive cursando faculdade, que leem um texto e não conseguem explicar o que leu.

Obrigado por este “Site”…

Rafael
Rafael
8 anos atrás

Filme

Original: Giant
Brasil: Assim caminha a humanidade
Portugal: O gigante

Original: Rebel without a case
Brasil: Juventude transviada
Portugal: Fúria de viver

Original: The sound of music
Brasil: A noviça rebelde
Portugal: Música no coração

Original: The way we were
Brasil: Nosso amor de ontem
Portugal: O nosso amor de ontem

Original: Shane
Brasil: Os brutos também amam
Portugal:

Leandro
Leandro
8 anos atrás
Reply to  Rafael

Vejam o exemplo de “Se Beber não case”, em inglês o filme se chama “Hangover” que se fosse traduzido de forma literal, seria “Ressaca” aqui no Brasil. No Primeiro e segundo filme, o nome ” Se Beber não case” funciona de maneira legal com o enredo do filme, mas acontece que o terceiro filme que ainda vai ser lançado não tem história nenhuma de casamento, e aí será que vai chamar “Se Beber não case 3” mesmo não tendo nenhuma história de casamento no filme?

Pablo
Pablo
9 anos atrás

Já fazem algumas semanas que venho notando que no navegador google crome não aparece todo o conteúdo postado da matéria. Só estou postando aqui porque, esta é uma que está ocorrendo o erro. Uso tbm o explorer com pouca frequência é claro e que não ocorre o referido erro.Só aparece o texto, sem o itálico, noto que isso ocorre no meio do assunto onde deveria estar o texto aparecem linhas. Bom espero que isso possa ajudar de alguma forma. Com certeza é algum erro que não deveria ocorrer, e que para mim deve ser do navegador, mas só ocorrer com o Tecla Sap. Desculpa postar aqui mas achei mais conveniente.

brigitti_ (brigitti)
10 anos atrás

Tradução de títulos de filme. Não é tradução, na verdade, é adaptação do título – http://bit.ly/4NfWJt (via @teclasap)

Fábio Costa
Fábio Costa
10 anos atrás

Um pequeno desafio:
Quem sabe como ficaram os títulos em português dos filmes abaixo?
– Giants
– Rebel without a cause
– The sound of music
– The way we were
– Shane

Letícia Motta
7 anos atrás
Reply to  Fábio Costa

“The sound of music” não é “A noviça rebelde”?

Washington
Washington
12 anos atrás

Tem alguma coisa errada com esse site guia da semana. Abri no Opera e depois no Internet Explorer e continua a mesma coisa. Só aparece isso:

“Sorry… Qual é o nome mesmo?
Já parou para pensar quem batiza os filmes em português? Saiba como os títulos são escolhidos quando uma produção chega ao mercado nacional
Por Meriane Morselli

Os artigos publicados com assinatura não traduzem a opinião do Guia da Semana. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.”

Cadê o resto da matéria? O título não aponta pra nenhum link.