Pronúncia: como pronunciar as palavras em inglês?

Tempo de leitura: 6 minutos

Ulisses Wehby de Carvalho

Pronúncia

Nos comentários de diversos posts são comuns os pedidos para que eu inclua uma explicação sobre a pronúncia da(s) palavra(s) explicada(s) no texto. As dicas deste post serão úteis para você encontrar a solução definitiva na hora de procurar uma obra de referência e não mais se confundir com a pronúncia das palavras em inglês.

ATENÇÃO! Esta dica está agora também em vídeo no canal do Tecla SAP no YouTube. Assista ao vídeo, curta, comente e se inscreva no canal para ficar por dentro das novidades. As dicas de inglês que você já conhece agora também em vídeo. A gente se fala!

OneLook

Digite a palavra que você desconhece a pronúncia em www.onelook.com e deixe a melhor ferramenta de pesquisa de dicionários online trabalhar por você. O OneLook vasculha mais de mil obras de referência e monta uma lista com os resultados mais relevantes. Depois basta clicar no link da obra de sua preferência. Os principais dicionários genéricos são os seguintes: American Heritage Dictionary, Collins, Merriam-Webster’s, Macmillan, Cambridge Advanced Learner’s, Oxford, entre muitos outros. Em seguida, clique no ícone do fone de ouvido e ouça a gravação para saber como se pronuncia a palavra pesquisada.

A dica completa sobre o OneLook foi publicada em “OneLook: O Google dos dicionários“. Agora não há motivo para você ficar em dúvida quanto à pronúncia das palavras da língua inglesa.

Qual é o melhor dicionário online?

É evidente que você pode também fazer a consulta diretamente no dicionário de sua preferência. Quase todo dicionário online oferece link para um arquivo de áudio com a pronúncia do verbete. Alguns deles trazem a pronúncia americana e a britânica do mesmo termo.

Afinal, qual é o melhor dicionário online? O tema é polêmico e pode gerar um debate interminável. A resposta, como de hábito, não é a mesma para todas as ocasiões. Não se esqueça, no entanto, de que não existe dicionário ideal para todos os tipos de consulta. Na busca de um termo mais específico, digamos, de economia ou de medicina, é importante consultar mais de uma obra de referência para que a dúvida seja bem esclarecida. O texto “Qual é o melhor dicionário de inglês?” oferece mais subsídios para você chegar às suas próprias conclusões sobre a questão.

pronúncia

E o IPA?

Não é raro eu receber pedidos para que eu use o alfabeto fonético internacional, o conhecido IPA – International Phonetic Alphabet, nas explicações sobre pronúncia. Melhor dizendo, o IPA é conhecido por quem dá aulas de inglês, estudou Letras ou alguma disciplina afim. Prefiro não utilizar essa convenção porque, para a maioria dos mortais, o IPA é uma sopa de letrinhas indecifrável.

É evidente que, para aqueles que desejam se aprofundar nos estudos sobre fonética, o IPA é a ferramenta mais indicada. Para uma simples consulta para esclarecer uma dúvida de pronúncia, ouvir o áudio é ainda a solução mais simples e rápida. Por essa razão, venho colocando links para dicionários online no intuito de facilitar a vida dos leitores do Tecla SAP.

Pronúncia britânica ou americana?

The Free Dictionary é um dos dicionários online que disponibiliza arquivos de áudio com a pronúncia do inglês britânico e também do inglês americano. As diferenças de pronúncia entre essas duas variantes da língua inglesa não são tão grandes a ponto de prejudicar a comunicação, mas há certos casos que merecem atenção. Se você tiver interesse nesse assunto, não deixe de clicar na tag Inglês Britânico X Inglês Americano. Você vai conferir as principais diferenças de vocabulário entre o inglês falado nos Estados Unidos (AmE = American English) e o inglês britânico (BrE =British English). Não se esqueça de que há outras variantes, como o inglês australiano.

Cf. Britânico ou americano: qual dos dois devo estudar?

Já ouviu falar do YouGlish?

Assista ao vídeo para conhecer o YouGlish, a ferramenta de busca no YouTube. Amplie seu vocabulário e aperfeiçoe sua pronúncia em inglês! É grátis!

As pegadinhas de pronúncia

Há vários anos o Tecla SAP vem reunindo dicas (já são mais de 4.600 posts!) para que você não caia nas principais armadilhas da língua inglesa. São dicas sobre falsos cognatos, gramática, ortografia, expressões idiomáticas e, é lógico, pronúncia. Segue uma lista bem resumida de algumas dessas pegadinhas de pronúncia. Nem sempre o resultado é catastrófico como na história descrita em “A bauxita e o maior mico de inglês de todos os tempos“, mas é sempre bom estar de olhos e ouvidos bem abertos.

Para ver todas as pegadinhas sobre o tema publicadas no Tecla SAP, basta clicar nesta tag. Bons estudos!

Dicas por e-mail

Vai continuar perdendo oportunidades por não ser fluente em inglês? Até quando? Cadastre-se para receber as dicas do Tecla SAP por e-mail. É grátis e não leva nem 30 segundos! Clique no botão abaixo, digite nome e e-mail e mais nada! Você ainda ganha uma versão compacta do e-book Aprenda inglês com humor – Micos que você não pode pagar! O que você está esperando?

Quero receber as dicas de inglês e o E-BOOK de presente!

Speak up! I’m listening…

Gostou da dica de hoje sobre pronúncia das palavras da língua inglesa? Nós do Tecla SAP gostaríamos de conhecer a sua opinião. Por favor, envie sua resposta na seção de comentários, no rodapé da página. Muito obrigado!

Google+, YouTube, Twitter e Facebook

Você sabia que o Tecla SAP é o primeiro e maior blog com dicas de inglês no Brasil? Acompanhe o maior conteúdo educacional sobre o ensino de inglês pela rede social de sua preferência. São várias as opções para você não deixar seu inglês enferrujar:

  • Inscreva-se no canal do Tecla SAP no YouTube.
  • Siga a conta @teclasap no Twitter / Periscope.
  • Curta nossa fanpage no Facebook.
  • Adicione meu perfil no Google+.
  • Adicione meu perfil no LinkedIn.
  • Este é o link para você me adicionar no Instagram.

Ficou faltando alguma rede social? 😉 Agora você só não mantém contato com a língua inglesa se não quiser! A gente se fala. O assunto dessas conversas pode ser pronúncia ou qualquer outro que você preferir. Muito obrigado pela participação.

Referência

Top 100 – As cem melhores dicas do Tecla SAP, de Ulisses Wehby de Carvalho, ©Tecla SAP, 2014.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

31 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] consultar a pronúncia dos nomes das bebidas em inglês, leia a dica “Pronúncia: como pronunciar as palavras em inglês?“. Se quiser ouvir nativos pronunciando os nomes das bebidas em situações reais, conheça o […]

Vivian Magalhães
Vivian Magalhães
3 anos atrás

Thx Ulisses!

Ulisses Wehby de Carvalho

Thank you! My pleasure! Take care

Marcos Antonio Torres Cezário
Marcos Antonio Torres Cezário
5 anos atrás

Dicas muito importantes e necessárias..
Thamk You.

Ulisses Wehby de Carvalho

Marcos, tudo bem?

Muito obrigado pela participação. Volte sempre!

Abraços

trackback

[…] Cf. Pronúncia: como pronunciar as palavras em inglês? […]

trackback

[…] você tenha dúvida sobre a pronúncia de alguma palavra, não deixe de consultar o post “Como pronunciar as palavras em inglês?“. A lista de animais – em português e em inglês – está em “Animais em […]

trackback

[…] consultar a pronúncia de qualquer palavra da relação, leia a dica “Como pronunciar as palavras em inglês?“. Aprenda a consultar dicionários […]

trackback

[…] consultar a pronúncia das palavras, leia a dica “Pronúncia: como pronunciar as palavras em inglês?“. Consulte também as outras listas da seção “Vocabulário […]

Yan Ton
Yan Ton
5 anos atrás

Adorando muito.

As dicas são bastante úteis.

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Yan Ton

Yan, como vai?

Obrigado pela gentileza de comentar. Agradeço o elogio em nome de toda a equipe.

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

Nilson, tudo bem?

Obrigado pelo interesse no Tecla SAP. Você se equivoca ao tentar comparar a aquisição de linguagem de uma criança com a de um adulto. Muitos cometem esse equívoco, até mesmo gente que se apresenta como especialista no assunto, mas trata-se de dois processos que não podem ser comparados por inúmeras razões. Seguem algumas delas:

O cérebro da criança em idade pré-escolar está ainda em formação e as conexões neuronais acontecem de forma distinta. Além disso, ela está imersa em um contexto em que, em geral, somente a língua materna é falada. A criança não tem outros afazeres e pode, portanto, “praticar” o tempo todo.

Não há como “desalfabetizar” um adulto alfabetizado. Novas conexões neuronais acontecem também, é claro, mas de forma diferente à das crianças. Um brasileiro adulto que mora no Brasil está, em geral, imerso em um universo em que a língua portuguesa é falada o tempo todo, ou seja, seu grau de exposição ao idioma estrangeiro que está estudando é infinitamente menor. Além disso, um aduto tem outros compromissos (trabalho, estudo, lazer etc.) e não está o tempo todo dedicado ao estudo de uma língua estrangeira.

Há ainda muitas outras variáveis que entram nesta equação e que não têm relação direta com faixa etária.

Não deixe de assistir ao vídeo “Quanto tempo leva para ser fluente em inglês? A resposta que você não queria ouvir!” em https://youtu.be/th51iMiu_R0 para saber quais são essas outras variáveis.

Abraços

trackback

[…] Cf. Como pronunciar as palavras em inglês? […]

Renan Neubauer
Renan Neubauer
6 anos atrás

Olá Marco Antonio.
Não sei se você já encontrou uma solução.
Creio que uma GRANDE “ferramenta” que pode te auxiliar com isso realmente é o “IPA”, pois através dele você aprende a pronunciar a palavra, SEM NECESSARIAMENTE ouvi-la.
Não sei se posso postar aqui o nome de um site que trabalha de um forma muito criativa com essa ferramenta, mas se você quiser, me escreva ‘inbox’ que lhe passo, ok?!
Gde abraço!

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Renan Neubauer

Renan, tudo bem?

Obrigado pela contribuição. Sinta-se à vontade para mencionar o nome da empresa nos comentários.

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

Marco Antônio, tudo bem?

Muito obrigado pelo comentário. Admito minha total ignorância sobre o assunto. O Tecla SAP é lido por milhares de pessoas todos os dias e, espero, que alguém possa dar alguma informação para você.

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

bolacha, tudo bem?

Leia no texto acima a explicação sobre o IPA. É justamente isso que você está procurando. Leia também sobre os motivos que apresento para não usar esse tipo de transcrição fonética aqui no Tecla SAP.

Abraços

Hudson De Melo
Hudson De Melo
6 anos atrás

Olá Ulisses, novamente parabéns pelo site.
Eu gosto muito do seu trabalho mas que desde comecei a estudar inglês não entendia o porque de tantas palavras serem tão similares ou até iguais na pronuncia. Dai descobri algo chamado de “Homophones” que são pronuncias iguais com escritas diferentes, homófono com a mesma fonética, se formos traduzir para o português.
Acho que esse conceito falta em seu site e até mesmo no Brasil… Eu encontrei sobre “Polissemia” mas não “Homophones”, salvo o engano. Tinha muita dificuldade com o meu listening antes de descobrir essa lista: http://www.singularis.ltd.uk/bifroest/misc/homophones-list.html
Obrigado pelo espaço.
Abraços!

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Hudson De Melo

Hudson, tudo bem?

Obrigado pelo comentário. As homófonas aparecem em várias dicas do Tecla SAP. Evito usar o termo “homófonas” por se tratar de terminologia relativamente técnica. Prefio dizer “ter a mesma pronúncia”, “pronúncias idênticas”, entre outras maneiras de expressar o mesmo fenômeno.

Abraços

Thiago
Thiago
6 anos atrás

Eu gosto de usar o http://www.howjsay.com/ bem fácil de se usar.

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Thiago

Thiago, tudo bem?

Eu não conhecia. Obrigado pela indicação.

Abraços

Vanessa
Vanessa
7 anos atrás

Bom, sou cantora lírica e pra mim é mais fácil tudo no IPA. Mas, confesso, é um ano de fonética pra só quatro idiomas “básicos” na faculdade de Música. Tudo isso pra sacar de IPA.

Adriano Irala
Adriano Irala
7 anos atrás

Bom dia, Ulisses.

Contribuindo com seu post, existe um site, o Forvo, que é fantástico para se aprender a pronúncia e suas variantes. Nativos de vários idiomas gravam as pronúncias de milhares de palavras, em diversas língua, incluindo o inglês. Para uma única palavra, às vezes, há a pronúncia realizada por diversos natives, homens, mulheres americanos, britânicos, australianos, etc.. O site é http://pt.forvo.com/

Vale a pena conferir.

Adriano

Paulo Zenichi
5 anos atrás
Reply to  Adriano Irala

Interessante

Luana
Luana
5 anos atrás
Reply to  Adriano Irala

Oi, Adriano!
Ia justamente comentar a respeito quando vi seu comentário. Na minha opinião, o Forvo é a melhor ferramenta pra consultar, por exemplo, a pronúncia de nomes próprios, sobrenomes, nomes de locais e outros vocábulos cuja pronúncia não sabemos e às vezes precisamos para nos comunicar com nativos e nos fazermos entender sem precisar soletrar, haha.

Raphael Souza de Melo
Raphael Souza de Melo
7 anos atrás

Saudações!

Caro Ulisses, sei que aqui talvez não seja o lugar mais adequado, mas aqui vai minha dúvida:

Essa semana um assunto em específico tem me intrigado: a lógica da pronúncia de palavras com prefixo “ex”.

Por exemplo: Explanation, existence, a própria palavra example, executioner, excuse, excomunication, dentre outras.

Parece-me que estas palavras que eu citei, assim como suas “irmãs” de prefixo, costumam seguir um padrão de pronúncia, a depender da letra que vem após o “x”. Algumas vezes eu percebo que o “e” é pronunciado com o som do nosso “e” em Português, às vezes assume o som do nosso “i”. A pronúncia do “x” também muda, pelo que eu notei – ora tem som de “g”, ora som de “k”.

Gostaria muito de saber por que isso ocorre.

Seria muito interessante saber se há algo que possa facilitar a assimilação da pronúncia nesses casos (além da exposição auditiva ao idioma). Talvez haja alguma regra ou algo do gênero que eu desconheça, um detalhe que estou deixando passar.

Agradeço desde já.

Abraço.

Julio
Julio
7 anos atrás

Estou no livro avançado no curso, mas estou com sérios problemas na pronuncia de algumas palavras. Por exemplo “Changed”, sempre que pronuncio o final sai com algo parecido com “Didi”. Pode dar alguma dica?