SLANG: o que é “slang”? Por que ela é importante?

Tempo de leitura: 6 minutos

Jack Scholes e David Crystal

SLANG

O que é slang?

A palavra slang significa gíria. A gíria é tão antiga quanto o ato de falar. É uma linguagem vibrante, excitante, engenhosa, ofensiva, pitoresca, cômica e divertida. Hoje, ela faz parte da linguagem do cinema, da televisão, do rádio, dos livros, dos jornais, das revistas e de toda a conversa informal do dia a dia.

slang

O termo gíria pode ser definido como uma linguagem informal, normalmente falada, e às vezes usada por um grupo específico — como, por exemplo, o dos malandros. Deixando de lado esse último tipo de jargão, a gíria pode ser entendida como um termo genérico que abrange todas as palavras e expressões coloquiais da linguagem informal cotidiana. Em todo caso, não há regras claras e exatas para separar rigorosamente a gíria da linguagem coloquial.

Por que a gíria inglesa é tão importante?

Até recentemente, a língua escrita servia de base para o inglês oficial, padrão. Hoje em dia a língua inglesa falada está adquirindo cada vez mais importância e influência. Mudanças radicais na sociedade moderna transformaram o uso da língua inglesa, e a gíria e as expressões informais agora são aceitas como parte integral e natural do inglês atual.

A língua inglesa está em continua evolução, e é principalmente na área de vocabulário que as mudanças estão mais evidentes, daí o fato de o vocabulário oferecer dificuldade maior para quem está estudando inglês. A grande frustração dos brasileiros é que, mesmo depois de anos de estudos árduos, eles continuam sem entender boa parte do inglês falado em conversas informais. E, na hora de falar, poucos brasileiros se atrevem a arriscar uma palavra ou expressão de gíria, limitando-se ao vocabulário básico ensinado nos livros ou nas escolas.

A diferença entre os falantes fluentes e os não-fluentes é justamente o conhecimento amplo e o uso correto da gíria e das expressões coloquiais. Gíria é importante porque dá poderes ao falante da língua, amplia e enriquece suas habilidades e lhe dá a confiança de fazer uma comunicação fluente e eficaz.

David Crystal

Vejamos o que tem a dizer sobre o assunto David Crystal, catedrático honorário de linguística, da Universidade do País de Gales (Bagor) e autor da Cambridge Encyclopedia of the English Language:

Na abordagem que dou à linguagem, sigo um só princípio básico: tudo o que ajuda as pessoas a compreenderem o mundo linguístico real é bom. A palavra-chave é real.

Por que é que precisamos fazer uma afirmação tão óbvia? Porque, na metade do século XVIII, o estudo da linguagem se tornou flagrantemente irreal. Gerações de gramáticos e lexicógrafos de mentalidade prescritiva tentaram fazer que acreditássemos que só valia a pena estudar uma única variedade de lingua- gem — a mais formal, escrita —, e eles avaliavam o discurso em termos de quanto ele se aproximava daquela variedade. O surpreendente é que, durante 250 anos, eles conseguiram. Muita gente foi ensinada a crer que existe algo de errado com a linguagem coloquial — que ela, de algum modo, é inferior à linguagem formal escrita. Em especial, essas pessoas têm um complexo de inferioridade em relação à gíria. Elas morrem de medo dela. Um complexo de inferioridade que vem de tanto tempo vai demorar muito para ser erradicado, mas é algo que precisa ser feito, pois a gíria constitui um dos elementos mais essenciais da força vital de um idioma, e ela nos leva a algumas das áreas mais empolgantes do uso linguístico. É como dizia o escritor inglês G.K. Chesterton: “Toda gíria é metáfora, e toda metáfora é poesia”.

Faz décadas que venho procurando estimular um novo ambiente, em que todas as variedades de um idioma sejam igualmente respeitadas. Por isso, acolho entusiasticamente todo livro que, ao levar áreas negligenciadas à atenção dos usuários linguísticos, contribua para a consecução daquele objetivo. Nesse aspecto, o livro Slang – Gírias Atuais do Inglês de Jack Scholes é de fato um grande avanço. Prevejo que ele vá ajudar de muitas maneiras os professores e os estudantes de idiomas no Brasil. Essas palavras e frases são usadas com muita frequência, e, portanto, não há como fugir a elas. Assim, o livro fará que os estudantes se familiarizem com uma das áreas mais dinâmicas do emprego do inglês. Também os ajudará a compreender as origens da gíria. E lhes dará confiança para empregar ativamente algumas dessas expressões. Em suma, ele os ensinará a não terem mais medo.

Atualmente, reconhece-se cada vez mais a importância da gíria. As pessoas começaram a entender o papel fundamental que ela tem no dia a dia. Como disse o poeta americano Carl Sandburg, “A gíria é a linguagem que arregaça as mangas e põe mãos à obra”. E, hoje em dia, realmente vemos a gíria pôr mãos à obra em todo o mundo anglófono, pois as variedades regionais do inglês vão depressa desenvolvendo suas próprias subvariedades. Em nossa época, a gíria precisa ser vista de uma perspectiva global.

The chief use of slang is to show that you’re one of the gang, diz uma velha rima — “A principal utilidade do calão é mostrar que se é parte da multidão”. O livro de Jack Scholes é uma excelente maneira de manter contato com a multidão que fala inglês pelo mundo afora.

David Crystal

Cf. Exclamations! Exercícios com gírias

Cf. Gloria Kalil, o Código Penal e o “Grammar Nazi”

Cf. O que “COULDN’T ORGANIZE A PISS-UP IN A BREWERY” significa?

Speak up! We’re listening…

O que você achou do texto sobre slang? Nós do Tecla SAP gostaríamos de saber a sua opinião. Por favor, envie seu comentário no rodapé da página. Participe! Muito obrigado!

Pela educação

Se você também acredita que conteúdo educacional deveria ser mais divulgado na Internet, faça a sua parte clicando no ícone da rede social de sua preferência, à esquerda. Só reclamar não adianta! Muito obrigado pela participação.

Referências

Slang – Gírias Atuais do Inglês, de Jack Scholes, Disal Editora, 2004 (compre seu exemplar na Disal) e Modern Slang – Easy Way, de Jack Scholes, Disal Editora, 2005 (compre seu exemplar na Disal).

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

5 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ulisses Wehby de Carvalho
Ulisses Wehby de Carvalho
7 anos atrás

Aline, tudo bem?

Sou intérprete de conferência e não faço tradução escrita. Não tenho condições, portanto, de emitir opinião sobre “CAT tools”.

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho
Ulisses Wehby de Carvalho
7 anos atrás

Tks! Abs

Ulisses Wehby de Carvalho
Ulisses Wehby de Carvalho
7 anos atrás

Sidney, como vai?

Obrigado pelo comentário e pelo elogio. Volte outras vezes e comente sempre que puder.

Abraços

eliane
eliane
7 anos atrás

Ulisses me ajuda muito.Obrigada.

Ulisses Wehby de Carvalho
Ulisses Wehby de Carvalho
7 anos atrás
Reply to  eliane

Eliane, tudo bem?

Obrigado pelo feedback simpático. Volte sempre!

Abraços