WTF! Qual é o verdadeiro significado da abreviação “WTF!”?

Tempo de leitura: 6 minutos

WTF by Ulisses Wehby de Carvalho

WTF

wtf

Qual é o significado e a tradução de WTF?

WTF, ou WTF?, é abreviação de uso frequente nas redes sociais e no inglês escrito informalmente. WTF nada mais é do que o acrônimo de What the fuck?, expressão chula que denota surpresa, espanto, incredulidade etc. e cuja tradução pode ser “Caralho!”, “Puta que pariu!”, “Porra!”, “Cacete”, “Que porra é essa?”, entre muitas outras locuções sinônimas.

Quem acompanha o Tecla SAP sabe que não temos nada contra ensinar o verdadeiro significado de palavras de baixo calão, os chamados palavrões, da língua inglesa. Não há como não usar seus equivalentes mais próximos na língua portuguesa para que os interessados aprendam o que querem dizer de fato. Há inúmeros exemplos desse tipo de post no blog. Para quem tiver interesse, basta clicar na tag “palavrões“.

Recebemos críticas de pessoas que acreditam que a razão de publicarmos palavrões é unicamente comercial, ou seja, a de atrair maior tráfego para o blog. Aproveito para informar que muitos administradores de rede são instruídos a bloquear mensagens que contêm palavras de baixo calão e que o efeito acaba sendo inverso. Logo, a argumentação não procede.


The Catcher in the Rye

The Catcher in the Rye, de J.D. Salinger, por exemplo, é uma obra literária que gera polêmica até hoje por reproduzir em suas páginas o linguajar informal de um adolescente. “O apanhador no campo de centeio”, título da obra em português, é a sugestão de leitura do Tecla SAP para quem não se ofende com o uso frequente da palavra fuck. It’s a helluva book!

wtf

Acredito que cabe a cada um decidir a forma que deseja se expressar nas mais diversas situações, desde que, é claro, tenha-se consciência exata do que está sendo falado. O que me incomoda é a tentativa de se dourar a pílula, prática frequente nas legendas e nas dublagens de filmes estrangeiros. Cria-se, a meu ver, uma ilusão de que as expressões chulas da língua inglesa não são tão chulas assim, haja vista a forma que são traduzidas.

Relato situação ocorrida com uma professora americana que passou por uma saia justa desnecessária logo nas primeiras semanas em que havia chegado ao Brasil. Embora o episódio tenha acontecido no sentido inverso, ou seja de inglês para português, ele serve muito bem para ilustrar o argumento. Leia a história em “O mico da professora de inglês que você deve evitar” e tire suas próprias conclusões.

Em suma, usar WTF, WTF?What the fuck? em situações informais é decisão pessoal. Contextualizar é preciso! Achar que shit é “droga” e que motherfucker é “cabeça de melão” é outra história…


A pronúncia de WTF

Clique aqui para ouvir a pronúncia americana da abreviação vulgar WTF, segundo o Macmillan Dictionary. Clique no ícone do alto-falante para ouvir o arquivo de áudio. Conheça o OneLook, o “Google” dos dicionários online. Faça buscas gratuitas em mais de mil dicionários online. Não entendeu a definição de um termo? Os exemplos não foram claros? Consulte outras fontes de referência e amplie seus conhecimentos. É grátis!

Para ouvir falantes da língua inglesa pronunciando WTF em situações reais, vá ao site YouGlish, digite WTF ou What the fuck? e espere a ferramenta fazer uma busca em vídeos do YouTube. Há três opções de pronúncia: americana, britânica e australiana. No vídeo “Youglish: a ferramenta que vai turbinar seu inglês!”, você aprende a tirar maior proveito desse recurso extraordinário. Bons estudos!


Palavrões em inglês sem censura! Só para maiores!

Este vídeo contém os principais palavrões da língua inglesa com tradução sem filtro! A explicação da expressão What the fuck? aparece aos 6:13, a de What the fuck do you want?, aos 15:30, a de What the fuck were you thinking, aos 15:46 e a de Who the fuck do you think you are?, aos 16:00. Todas acompanhadas de exemplos legendados em inglês e em português.

Vale lembrar que o conteúdo deste vídeo é dirigido ao público adulto que tem maturidade e discernimento para saber que não estou fazendo apologia ao uso de palavras e expressões vulgares. Não assista ao vídeo se você não se enquadrar nesse perfil.

Não se deixe iludir pelas traduções filtradas de legendas de filmes e séries! Lembre-se de que você tem controle sobre o que fala, mas não sobre o que ouve. Por essa razão, é muito importante conhecer o verdadeiro significado dessas palavras e expressões.

Curta, comente e compartilhe o vídeo com os amigos. Clique aqui e confirme para se inscrever gratuitamente no canal do Tecla SAP no YouTube. Bons estudos!


Cf. FUCK: origem, significados e usos do palavrão mais conhecido

Cf. FUCK UP x FUCK AROUND x FUCK WITH: qual é a diferença?

Cf. MOTHERFUCKER significa o quê? Como traduzir esse palavrão?

Speak up! We’re listening…

Você conhecia a abreviação WTF? Você já conhecia o verdadeiro significado e a tradução real da expressão What the fuck? ou as informações foram úteis? Envie, por favor, sua opinião na seção de comentários abaixo. O Tecla SAP agrade a gentileza.

YouTube, Twitter e LinkedIn

Por que não continuar nas redes sociais a conversa sobre o significado, a tradução e a pronúncia da abreviação WTF? Escolha uma das opções a seguir para deixar seu inglês sempre em dia! Afinal de contas, não é possível prever quando você vai precisar daquela palavrinha ou expressão idiomática na hora de se comunicar em inglês. A prática constante é a única saída!

  • Inscreva-se no canal do Tecla SAP no YouTube.
  • Siga @teclasap no Twitter.
  • Não consigo aceitar novos pedidos de amizade porque atingi o limite máximo de 30 mil conexões. Você pode, no entanto, seguir meu perfil no LinkedIn. Estou sempre publicando dicas por lá também.

Você já deve ter ouvido um monte de vezes que é fundamental manter contato com o idioma estrangeiro, não é? Essa é, portanto, sua oportunidade de receber notificações diárias para aprender e/ou rever conteúdo essencial para você aperfeiçoar seus conhecimentos de inglês. Estou te esperando para continuarmos nas redes sociais esse nosso papo sobre a abreviação vulgar WTF. A gente se fala muito em breve…

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

33 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Giulia
4 meses atrás

Eu não entendi

trackback

[…] Cf. WTF! Qual é o significado de “WTF!”? […]

Ulisses Wehby de Carvalho

NIlcea, tudo bem?

Você mesma já deu a resposta no seu comentário. A expressão é chula para uns em determinadas situações e super normal para outros. Volte sempre!

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

Lucia, como vai?

Muito obrigado pela participação. Volte mais vezes e comente sempre que puder.

Abraços

Maria Ines
Maria Ines
5 anos atrás

Achei super legal. Temos que saber o significado de todas as palavras. Para entendermos o que estão falando.

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Maria Ines

Maria Inês, como vai?

Muito obrigado pelo comentário. Volte mais vezes e participe sempre que puder.

Abraços

Maria Rita Melo
Maria Rita Melo
5 anos atrás

Não vejo problema algum nessas palavras. O que eu quero é aprender para entender o que falam, só isso. Nunca havia ouvido falar em WTF rsrsrsrsr

Ulisses Wehby de Carvalho

Maria Rita, tudo bem?

Muito obrigado pela participação. Volte sempre!

Abraços

trackback

[…] Cf. WTF! Qual é o significado e a tradução de “WTF!”? […]

Rosa Machado
Rosa Machado
5 anos atrás

Obrigada pelo excelente trabalho. Moro em Washington DC ha mais de dez anos e essa expressao tambem eh usada por extenso e oralmente em conversas ao celular, principalmente entre os jovens afro-americanos que vejo no metro ou na rua. Eh uma expressao extremamente vulgar: usa-la no trabalho ou em situacoes formais eh impensavel. Eu (infelizmente) vejo essa expressao em situacoes onde a indignacao eh enorme, quando voce acha algo absurdo e completamente sem sentido. Se voce quiser comprar uma briga com alguem, basta dizer: what the fuck do you think you’re doing? Se voce sobreviver e depois esbarrar com um amigo querido que voce nao ve ha tempos, por incrivel que pareca, voce pode dizer num tom animado: hey, what the fuck you’re doing here man? As informacoes do tecla SAP sao extremamente uteis e o site deveria ser obrigatorio nas escolas de ingles do nosso pais. Obrigada!

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Rosa Machado

Rosa, como vai?

Muito obrigado pela colaboração. É sempre bacana termos a perspectiva de quem mora em país de língua inglesa. Volte mais vezes e comente sempre que puder.

Abraços

Rosa Machado
Rosa Machado
5 anos atrás

Obrigada. Sou eu quem agradeco pelo otimo site!

Ulisses Wehby de Carvalho

Luiz, tudo bem?

Muito obrigado pelo elogio ao trabalho do Tecla SAP. Agradeço em nome de toda a equipe de colaboradores.

Vamos combinar que “what the hell” também está longe de ser o supra-sumo da elegância… 😉 Sabendo o que significa verdadeiramente, use a expressão nos momentos e locais propícios. Obrigado pela participação.

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

Edna, como vai?

Concordo com a sua observação. Falar palavrões ou não – sabendo-se exatamente o que está dizendo – é decisão individual. A confusão frequente é achar que, ao ensinarmos o significado de uma palavra chula, se está necessariamente recomendando seu uso.

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

Ivandson, tudo bem?

Pois é, você está ouvindo só uma parte. É normal isso acontecer, em especial quando a frase é falada em ritmo natural da fala do nativo, ou seja, rápido para cacete! 😉

Pode ter certeza de que estão falando “what the fuck” mesmo… Valeu! Volte mais vezes.

Abraços

ivandson Milkice
ivandson Milkice
6 anos atrás

WTF, damn listening, kkkkk… tenho que melhorar pracarai, thanks champs!
2015-07-30 22:27 GMT-03:00 Disqus :

Ulisses Wehby de Carvalho

One day at a time… 😉 Take care

Ulisses Wehby de Carvalho

Luciano, tudo bem?

Muito obrigado pelo comentário gentil. Volte mais vezes, mesmo que seja para criticar também… 😉

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

Sabrina, tudo bem?

É sempre muito legal receber a opinião de quem teve a experiência de morar em país de língua inglesa por tanto tempo como você. Obrigado pela colaboração e pelos elogios ao Tecla SAP.

Abraços

Lucas
Lucas
6 anos atrás

Acredito que quando se trata de aprender uma língua, devemos aprender a cultura também. Afinal os palavrões também fazem parte disso. E mais, não vejo nada demais em aprendê-los através da exposição deste blog, uma vez que até os seriados estrangeiros estão lotados de palavrões. Fica a dica!!!

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Lucas

Lucas, tudo bem?

Muito obrigado pelo comentário lúcido. Volte mais vezes.

Abraços

Cássia Vasconcelos
Cássia Vasconcelos
6 anos atrás

Concordo plenamente com o comentário anterior. É importante conhecer o vocabulário, na íntegra do idioma estudado. Ninguém precisa ser um “praticante” das “bad words” para aprendê-las, mas seu conhecimento é fundamental para o melhor entendimento do idioma.

Parabéns pela matéria!

Ulisses Wehby de Carvalho

Cássia, tudo bem?

Muito obrigado pelo comentário lúcido. Volte mais vezes e comente sempre que puder.

Abraços

Marco Azevedo
Marco Azevedo
6 anos atrás

Acho legal falar “na bucha” o sentimento ou significado que cada expressão causa sim. Isso enriquece o aprendizado. Mesmo que não seja um hábito da pessoa falar palavrões, é fundamental entender o que os outros estão falando nas variadas situações do cotidiano.
Abraços Pessoal !

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Marco Azevedo

Marco, tudo bem?

Observação perfeita! Muito obrigado pela visita. Volte mais vezes.

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

José Machado, tudo bem?

Obrigado pelo comentário. Segundo o “Grande Dicionário Houaiss da língua portuguesa”, a definição de acrônimo é a seguinte:

diz-se de ou palavra formada pela inicial ou por mais de uma letra de cada um dos segmentos sucessivos de uma locução, ou pela maioria destas partes

Logo, “WTF” pode ser considerado acrônimo.

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

Farlley, como vai?

Obrigado pelo elogio ao trabalho do Tecla SAP. Valeu!

Abraços

Rosangela Sena
Rosangela Sena
6 anos atrás

Ridícula são essas pessoas que se ofendem com coisa tão pequena, se aprender um idioma é mais do que ficar no “the book is on the table…” Pq ñ aprender suas gírias e palavrões? Agem como se nunca tivessem usado uma vez na vida. Muito melhor aprender do ficar “panguando” qndo estiver la fora escutando piadinhas deles. Eu hein.

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Rosangela Sena

Rosângela, tudo bem?

Muito obrigado pela visita e pelo comentário. Volte sempre!

Abraços

Sergio
Sergio
6 anos atrás

Be aware not to ask this question to your boss rss

Ulisses Wehby de Carvalho
Reply to  Sergio

Hi, Sérgio!

That’s right. It’s better to be safe than sorry…

Take care