Contrações: relação completa das principais contrações em inglês

Tempo de leitura: 8 minutos

Contrações by Michael Jacobs

CONTRAÇÕES EM INGLÊS

contrações

Percebendo o enorme interesse e curiosidade a respeito das contrações em inglês, resolvi incluir aqui uma relação que elaborei para um leitor, com alguns comentários pertinentes. Primeiro, vai uma explicação em inglês; depois, em português.

These contractions are only used in dialogue. They are extremely informal. We normally don’t use them in writing, except jokingly or to represent speech. They can be and are used in song titles and lyrics.

It must always be remembered that they represent, and I repeat, only represent, the sound of naturally spoken English. They shouldn’t be used for any other purpose whatsoever. Comic strips and things like that also use these contractions, so if you just happen to be a comic-strip writer in English, go ahead and use them at work. If you want to go ahead and risk using them out of context, OK. You’ll run the risk of appearing a little odd.

There is a distinct difference between them and the normal and acceptable contractions such as I am = I’m; she is = she’s; they have = they’ve; etc.

The contractions which follow could be named as “spoken only” contractions, to differentiate them from the regular ones.

Contrações em diálogos

Essas contrações são usadas apenas em diálogos. São extremamente informais. Normalmente não as usamos em textos escritos, a não ser como brincadeira ou para representar a fala. São usadas nos títulos e nas letras de música.

Deve-se sempre lembrar que elas representam – repito, somente representam – o som do inglês falado naturalmente. Não devem ser usadas para nenhum outro propósito. Tiras, charges e outras coisas do gênero as usam. Portanto, se você for um produtor desse tipo de material em inglês, fique tranquilo e vá em frente no seu trabalho. Se quiser arriscar fora desse contexto, correrá o risco de ser considerado esquisito, para dizer o mínimo.

Há uma distinção bem clara entre elas e as contrações normais e aceitáveis, tais como I am = I’m; she is = she’s; they have = they’ve etc.

As contrações que seguem poderiam ser chamadas de “contrações apenas faladas”, para diferenciá-las das contrações normais.

contrações em inglêsoutta = out of

  • The mugger came outta nowhere.
  • O assaltante veio do nada.
  • Get outta here, now!
  • Caia fora, agora!

Cf. OUTTA: o que significa a contração informal “OUTTA”?

sunavabitch = son of a bitch

Não precisa de exemplo, creio…

  • Sunavabitch!
  • Filho da p…/da mãe/canalha.

gotcha = got you

  • I’ve gotcha now. You won’t get away.
  • Te peguei! Não vai se safar.

Cf. GOTCHA e DIDJA

betcha = bet you

  • I betcha we’re gonna be late. (I bet you we are going to be late.)
  • Aposto que vamos atrasar.

gonna = going to

  • I’m gonna do what I please. Nothing can stop me.
  • Vou fazer o que eu quiser. Nada me impedirá.

oughta = ought to

  • They oughta do summink about the traffic.
  • Eles precisam dar um jeito no trânsito.

summink = something

  • Algo

should’ve = should have *

  • Devem

could’ve = could have *

  • Podiam

would’ve = would have *

  • Condicional

shaddup = shut up

  • “Shaddap”, he yelled at the dog.
  • “Cale-se” – gritou para o cachorro.

didja = did you

  • Didja remember to buy some soda?
  • Lembrou-se de comprar refrigerante?
  • “Didja Ever Get One of them Days?” (title of a song by Elvis Presley).
  • “Já Teve um Dia Daqueles?” (título de uma canção de Elvis Presley).

Cf. GOTCHA e DIDJA

dja/dju = do you

  • Dju/dja wanna cup of coffee?
  • Quer um café?

lotta = lot of

  • “Whole Lotta Love” (title of a song by Led Zeppelin).
  • “Muito Amor” (música do Led Zeppelin).
  • “Whole Lotta Shaking Goin’ On” (debut hit number by Jerry Lee Lewis).
  • “Quanta Zoeira Acontecendo” (primeiro sucesso de Jerry Lee Lewis).

helluva = hell of a

  • We had a helluva good time at last night’s party.
  • Nos divertimos demais na festa de ontem à noite.

dontcha = don’t you

  • “Dontcha Think It’s Time” (title of an Elvis Presley song).
  • “Não Acha que Está na Hora?” (música de Elvis).

woncha = won’t you

  • Não + verbo no futuro.

gimme = give me

  • “Gimme Some Lovin’” (title of a song by Spencer Davis Group with Steve Winwood).
  • “Me Dê Amor” (título de uma música de Spencer Davis com Steve Winwood).
  • “Gimme Shelter” (song by the Rolling Stones).
  • “Me Dê Abrigo” (canção dos Rolling Stones).

hafta = have to

  • I hafta go.
  • Preciso ir.

wanna = want to

  • “I Wanna Be Your Man” (early hit written by Jagger & Richards and performed by the Beatles).
  • “Quero Ser o Seu Homem” (sucesso escrito por Jagger e Richards e interpretado pelos Beatles).
  • “I Wanna Hold Your Hand” (hit by the Beatles)
  • “Quero Segurar a Sua Mão” (sucesso dos Beatles).

wanna

Cf. WANNA: o que significa e como usar a contração “WANNA”?

wannabe = want to be

    • He’s a wannabe singer, but he sings flat. Can’t sing in key at all.
    • Ele é um aspirante a cantor, mas canta desafinado. Não sabe cantar afinado.

Wannabe, como adjetivo, já está incorporado no inglês e é aceito como normal para descrever alguém que pretende algo, apesar de não estar qualificado.

Cf. WANNABE: qual é o significado e a tradução dessa gíria?

gofer = go for

  • He’s the gofer at the office. He goes for tea, goes for coffee, goes for a sandwich.
  • Ele é o faz-tudo no escritório. Busca chá, café, sanduíche.

Gofer está se tornando palavra comum.

ain’t = am not/is not/are not

  • I/he/she/you/we/they ain’t feeling too good after eating so much.
  • A gente não está se sentindo bem após ter comido tanto.
  • It ain’t happening.
  • Não está acontecendo.

Cf. AIN’T: qual é o significado e a tradução dessa contração?

wimme = with me

  • You comin’ wimme? = Are you coming with me?
  • Vem comigo?

gotta = got to

  • It’s late. I’ve gotta go. (I have got to go.)
  • Está tarde. Preciso ir.

* Esses três casos são praticamente normais, mas, mesmo assim, devem ser evitados na escrita.


Vocabulário

Assista aos vídeos da playlist Vocabulário do canal Tecla SAP com Ulisses Carvalho no YouTube! Você já deve saber que é preciso esforço diário para você conseguir aumentar seu vocabulário de inglês. Ter um vocabulário rico e variado na língua inglesa é fundamental para você se comunicar com muito mais confiança em inglês!

Clique aqui e confirme para se inscrever gratuitamente no canal Tecla SAP com Ulisses Carvalho no YouTube. Enriqueça seu vocabulário de inglês, aperfeiçoe sua pronúncia e amplie seus conhecimentos gerais. Bons estudos!


Cf. HATERS GONNA HATE: qual é o significado da expressão?

Cf. 10 Phrasal Verbs Essenciais – Feat. Júnior Silveira (Cai como uma luva)

Cf. FAKE NEWS: conheça significado, pronúncia e tradução de FAKE NEWS!

Speak up! We’re listening…

Você gostou das dicas do Prof. Michael Jacobs sobre as contrações em inglês? De alguma maneira o conteúdo contribuiu para você enriquecer seu vocabulário de inglês e/ou ampliar seus conhecimentos gerais? Expresse sua opinião na seção de comentários, por favor. Muito obrigado pela participação.

YouTube, Twitter e LinkedIn

Vamos continuar nas redes sociais a conversa sobre as contrações em inglês? Escolha uma das opções a seguir para deixar seu inglês sempre afiadíssimo! Afinal de contas, a gente nunca sabe quando vai precisar daquela palavra ou expressão na hora de se comunicar. Praticar constantemente é a solução!

  • Inscreva-se no canal do Tecla SAP no YouTube.
  • Siga @teclasap no Twitter.
  • Você pode seguir meu perfil no LinkedIn. Estou sempre publicando dicas por lá também. Atingi o limite de 30 mil conexões e não consigo, infelizmente, aceitar novos convites.

Você já deve ter ouvido diversas vezes que é importantíssimo manter contato constante com o idioma estrangeiro, não é? Essa é, portanto, sua oportunidade de regularmente receber uma notificação para aprender e/ou rever conteúdo essencial para você aperfeiçoar seus conhecimentos de inglês. Estou te esperando para continuarmos nosso papo nas redes sociais. Aliás, a conversa nem precisa ser sobre contrações! A gente se fala em breve…

Referência

Tirando Dúvidas de Inglês, de Michael Jacobs, Disal Editora, 2003. Leia a resenha para obter mais informações sobre o livro.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

10 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Cf. As contrações em inglês […]

trackback

[…] Cf. Contrações: relação completa das principais contrações em inglês […]

trackback

[…] Cf. As contrações em inglês […]

trackback

[…] Cf. As contrações em inglês […]

Petter MC
Petter MC
7 anos atrás

Yeah man!

Nice post. It was so helpful for my learning…

Tks

isaqueGC
isaqueGC
7 anos atrás

Não sei se tu me permites: mas eu escreveria as contrações que “se seguem” poderiam… Ou “a seguir”. Segundo análises sintáticas cultas, é essa a forma culta deste dizer: coisas que se seguem. Detalhe.
De resto, são sempre úteis seus posts, e uma aula de naturalidade no texto de chegada. A trad. para o trecho “If you want to go ahead and risk using them out of context, OK. You’ll run the risk of appearing a little odd” [Se quiser arriscar fora desse contexto, correrá o risco de ser considerado esquisito, para dizer o mínimo.] é muito interessante. Abraço.

Evan
Evan
10 anos atrás

Kinda…

Fábio Costa
Fábio Costa
10 anos atrás

E o que dizer da contração “I´s” {I was)? Encontrei na música “Me and Bob McGee”, cantada por Janis Joplin.
“And I´s feelin´nearly faded as my jeans…”

Olinto
Olinto
10 anos atrás

Excelentes dicas!

só acrescentando, outra contraçao bastante usada é “dunno” que significa “Do not know”!

abraços!

Adriano
Adriano
11 anos atrás

Michael,

“I wanna be your man” is a Lennon/McCartney composition !

Adriano