Dicionário dos erros mais comuns em inglês: resenha do livro de Ulisses Carvalho

Tempo de leitura: 3 minutos

Dicionário dos Erros Mais Comuns em Inglês
Ulisses Wehby de Carvalho
Campus/Elsevier – 2005
Resenha por Cleide Maria Bocardo Cerdeira

DICIONÁRIO DOS ERROS MAIS COMUNS EM INGLÊS

Dicionário dos erros mais comuns em inglês

Adquira seu exemplar na Amazon.

Ulisses Wehby de Carvalho é um nome amplamente conhecido e respeitado por todos aqueles que trabalham com língua inglesa no Brasil. Intérprete renomado, além de experiente tradutor e professor tarimbado, Ulisses há muito tempo vem estudando a fundo as dificuldades de profissionais e estudantes brasileiros com as nuances do idioma inglês. Em livros como O Inglês na Marca do Pênalti (Disal Editora, 2003) e Dicionário das Palavras Que Enganam em Inglês (Campus/Elsevier, 2004) – que foi recentemente escolhido pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) de São Paulo como obra de referência para alunos de 5ª a 8ª séries –, o autor ofereceu ao público títulos capazes de aliar qualidade de informação e leveza de estilo. Agora, essa marca se renova em Dicionário dos Erros Mais Comuns em Inglês, lançado este ano pela Editora Campus/Elsevier.

Partindo do trabalho que desenvolvera em seu Tecla SAP – veículo que, desde 1998, vem auxiliando um público cada vez maior –, Ulisses apresenta agora uma obra que promete ser útil para um público bastante amplo, interessando tanto ao tradutor experimentado – uma vez que articula reflexões críticas sobre problemas recorrentes em tradução como, por exemplo, nos verbetes “Absolutamente”, “Último” e “Motor” –, quanto ao estudante dos primeiros estágios – já que, com o bom humor que é sua marca distintiva, Ulisses dá boas indicações sobre como evitar deslizes mais primários em “Confortável”, “Polícia” e “Banheiro”.

Embora siga a estruturação característica dos dicionários, o livro não tem o ar sisudo comum a tantas obras de referência. Variado – o volume abrange desde vocábulos isolados até colocações, expressões idiomáticas, falsos cognatos e dificuldades relacionadas à pronúncia, ortografia e gramática – e recheado de exemplos práticos extraídos de situações do dia a dia, de periódicos e de programas de televisão, o Dicionário dos Erros Mais Comuns em Inglês promete ser instrumento tão útil quanto agradável para aqueles que se interessam pela língua inglesa e suas particularidades.

Sabemos que muitos se confundem na hora de verter, entre outras, palavras como “casamento” (wedding ou marriage?), “aniversário” (birthday ou anniversary?), “propaganda” (propaganda ou advertising?), “econômico” (economic ou economical?) e “segurança” (safety ou security?). O autor faz comparações concisas entre palavras da língua inglesa que têm o mesmo significado em nosso idioma e esclarece as dúvidas sobre o assunto.

Além da chancela da Editora Campus/Elsevier, que vem dando espaço importante à reflexão sobre as dificuldades atreladas ao uso do inglês, o Dicionário traz a marca da experiência prática de Ulisses e de sua capacidade de refletir sobre questões sempre interessantes da língua inglesa, oferecendo ao público soluções úteis e diretas.

Adquira seu exemplar na Amazon.

Autora da resenha

Cleide Maria Bocardo Cerdeira foi coordenadora de Letras, Tradutores e Intérpretes do UNIBERO – Centro Universitário Ibero-Americano.