Exposição é EXPOSITION, EXHIBITION, EXPOSURE, EXHIBIT ou EXPO?

Tempo de leitura: 3 minutos

Ulisses Wehby de Carvalho

Exposição

Exposição é EXPOSITION, EXHIBITION, EXPOSURE, EXHIBIT ou EXPO?

Estou sempre dizendo aqui no blog e em meus livros que um aspecto importantíssimo do aprendizado de uma língua estrangeira é a “exposição” ao idioma, ou seja, estar o maior tempo possível em contato com a língua por meio de livros, revistas, cinema, música, televisão, Internet, documentários, conversas etc., além, se possível, de aulas regulares de inglês.

exposição

Mas como dizer “exposição” com esse sentido em inglês? Seria exposition ou exhibition? A resposta é: exposure! Além dessa acepção, exposure é a palavra que devemos usar quando queremos nos referir à exposição à luz, ao sol, à radiação, a substâncias tóxicas, à influência benéfica ou maléfica de alguém ou de algum ambiente, à violência na televisão etc.

Exposition pode significar “explanação” ou “feira”, geralmente de caráter industrial e internacional. Neste sentido, a abreviação expo é bastante comum.

Exhibition ou exhibit geralmente se referem a uma coleção de obras de arte exposta em um museu ou galeria. Exhibition pode também significar “mau comportamento”, “papel ridículo” etc. Para conferir todas as acepções dos três substantivos, consulte um bom dicionário de inglês.

Cf. Dicionário: qual é o melhor dicionário de inglês?

  • But regular exposure to other people’s tobacco smoke — secondhand smoke — also may threaten the health of nonsmokers. (CNN)
  • Mas a exposição regular à fumaça do cigarro de outras pessoas – o fumo passivo – pode também ameaçar a saúde de quem não fuma.
  • Alexander Graham Bell demonstrates his telephone at the U.S. Centennial Exposition in 1876.
  • Alexander Graham Bell demonstra seu telefone na Exposição do Centenário dos Estados Unidos em 1876.
  • The exhibition is thought to be the most comprehensive study of Aztec culture ever mounted. (BBC)
  • Acredita-se que a mostra é o mais completo estudo da cultura asteca que já foi realizado.
  • I hope I didn’t make an exhibition of myself last night. (Cambridge Advanced Learner’s Dictionary)
  • Espero não ter feito papel ridículo ontem à noite.

Cf. Como aprender inglês com as séries de TV

Cf. Conversação: estratégias para você ser fluente em inglês

Cf. Quanto tempo vou levar para ser fluente em inglês?

Speak up! We’re listening…

O que você achou das dicas sobre “exposição”? Nós do Tecla SAP gostaríamos muito de conhecer a sua opinião. Escreva, por gentileza, um comentário no rodapé da página. Muito obrigado pelo interesse.

Dicas de inglês por e-mail

Agora é a sua vez! Cadastre-se agora mesmo e comece a receber as dicas de inglês do Tecla SAP por e-mail. É grátis! Você vai receber boletins especiais todas as semanas com o melhor dos quase 4.600 posts. O cadastro é muito simples e não demora nem 30 segundos! Basta clicar no botão abaixo e digitar nome e e-mail.

E tem mais! Para aumentar seu grau de exposição ao idioma inglês, você vai ganhar uma versão compacta do e-book Aprenda inglês com humor – Micos que você NÃO pode pagar! São histórias engraçadas e/ou constrangedoras vividas por quem ainda não tem domínio da língua inglesa. Cada relato é acompanhando de explicação detalhada sobre o problema além de alternativas adequadas para se contornar a saia justa. E esse é só o primeiro presente que você vai ganhar do Tecla SAP!

Faça da dica que você aprendeu hoje sobre exposição um marco no seu estudo de inglês! A sequência de e-mails que você vai passar a receber gratuitamente mostrar o caminho das pedras, passo a passo! Faça como mais de 50 mil pessoas e comece a jogar um pouco de WD40 no seu inglês! 🙂 Estou te esperando com muitas outras surpresas bem bacanas!

Quero receber as dicas de inglês e o E-BOOK de presente!

Referência

Top 100 – As cem melhores dicas do Tecla SAP, de Ulisses Wehby de Carvalho, ©Tecla SAP, 2014.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

22 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Além da acepção inglesa mostruário e mostrador ou visor de aparelhos como calculadora, relógio digital, videocassete etc., no Brasil se modificaram, de forma mais particularizada, o sentido genérico e as acepções do substantivo inglês relacionadas com mostra e exposição: […]

Ulisses Wehby de Carvalho

Vítor, tudo bem?

Valeu! Obrigado pelo feedback. Volte mais vezes.

Abraços

trackback

[…] Cf. Exposição é EXPOSITION, EXHIBITION, EXPOSURE, EXHIBIT ou EXPO? […]

trackback

[…] Cf. Vocabulário: Exposição […]

trackback

[…] Cf. Exposição é EXPOSITION, EXHIBITION, EXPOSURE, EXHIBIT ou EXPO? […]

trackback

[…] exhibition is thought to be the most comprehensive study of Aztec culture ever mounted. […]

trackback

[…] do trabalho em sala de aula com atividades extras. Esse assunto já foi tratado no post “Vocabulário: Exposição“. Livros, revistas, filmes, documentários, séries de TV, programas de entrevista, […]

trackback

[…] Cf. Vocabulário: Exposição […]

Ulisses Wehby de Carvalho

Gabriel, tudo bem?

Muito obrigado pelas suas observações. Concordo plenamente com elas. Valeu!

Abraços

Ulisses Wehby de Carvalho

Marcelo, como vai?

Por favor, publique sua pergunta no Fórum Tecla SAP em https://www.teclasap.com.br/forum/ Obrigado!

Abraços

Marcelo
Marcelo
6 anos atrás

Okay!

Lynnea Hansen
7 anos atrás

Sua explicação sobre como traduzir “exposição” é mais que perfeita! Dá prazer de ler. 😉

gleison
gleison
9 anos atrás

hi there!! this good idea ulisses, book´s site inglish course!
plus one teclasap!!

i´m ready and learning allday!
thank´s for book!!

see you !!

gleison!!

Maria Silvia
Maria Silvia
11 anos atrás

Ulisses, acabei de conhecer seu blog, e achei-o delightful… Parabéns por essa iniciativa; é muito bonito e muito raro alguém dispor de seu tempo em favor de tantos…
Um abraço

Ulisses Wehby de Carvalho
Ulisses Wehby de Carvalho
13 anos atrás

K.,

Obrigado pelo comentário acima. Ajudou sim!

Abraços a todos

k.
k.
13 anos atrás

Caros Thays e Ulisses,

Aqui vão meus two cents:

Quanto à exibição de filme: geralmente, em português, quando falamos de um filme atualmente em cartaz, é mais comum usarmos o termo “sessão” (pelo menos em São Paulo, onde cresci); quando usamos o termo “exibição”, geralmente ela diz respeito a uma projeção especial, como uma pré-estréia ou exibição para uma platéia seleta, de críticos ou celebridades, ou ainda em um festival, como o anual Festival Internacional de São Paulo. Nesse caso, é mais comum, dentre os cinéfilos norte-americanos, usar a expressão “screening”.

Por favor, lembrem-se que toda tradução/versão adequada leva em conta ambos regionalismos lingüísticos. Essa, especificamente, é norte-americana/paulistana. Pode ser que em outras regiões os costumes sejam diferentes.

Quanto ao texto “Sunscreen”, de autoria de Mary Schmich, e popularizada em 99 pelo excelente diretor Baz Luhrmann, ela faz menção a esse costume porque é uma dança popular em casamentos. Brasileiros com mais de 25 anos de idade (talvez até mais jovens) provavelmente conhecem a versão em português, “Baile dos Passarinhos”, do Gugu – sim, ele mesmo, o Liberato. Não sei se por pura influência americana ou por razões só por Deus conhecidas, essa dança se tornou popular em alguns casamentos de que participei no Brasil, sempre regada a muito, muito álcool – única razão pra alguém dançar ao som dessa trilha. Daí a metáfora brincalhona de Mary Schmich, em que ela evita a antítese óbvia a “divórcio” ao se refrir a uma dança que somente é praticada em casamentos, e, no caso – comum na América do Norte -, em celebrações de aniversários de casamento, muito semelhantes a uma festa de casamento, em que por vezes há a renovação dos votos de amor e lealdade do casal em questão.

Novamente, tenham em mente que esta colaboração tem como base tradições paulistanas e suas referências na América do Norte – mais precisamente, em Toronto, cidade na qual moro atualmente. Há sempre que se ajustar os costumes para ambas culturas.

Espero ter ajudado um pouco.

Ulisses Wehby de Carvalho
Ulisses Wehby de Carvalho
14 anos atrás

Alessandra,

Seja bem-vinda ao Tecla SAP. Obrigado pelos elogios. É um prazer para mim saber que as dicas estão ajudando no seu desenvolvimento profissional.

Abraços a todos

Alessandra
Alessandra
14 anos atrás

Olá Ulisses, é um prazer te conhecer.Estou pensando em iniciar uma carreira de tradutora e me indicaram a sua comunidade no Orkut…estou amando as dicas do seu site…está sendo de grande ajuda. Obrigada e virei sua fã de carteirinha!!!
ADOREI A ENTREVISTA COMO JÔ!

Ulisses Wehby de Carvalho
Ulisses Wehby de Carvalho
14 anos atrás

Thays,

Obrigado pelo comentário. Para dizer “em cartaz”, você pode simplesmente dizer “[name of the movie] is now showing (in theathers)”.

O termo que você procura é “The Funky Chicken”, música de Rufus Thomas que tem um tom bem humorado e uma maneira de dançar bem divertida. No texto “Sunscreen” a mensagem é viver a vida com mais alegria e descontração. A frase inteira é essa: “Maybe you’ll divorce at 40, maybe you’ll dance the funky chicken on your 75th wedding anniversary.” Em suma, relaxe e curta a vida!

Nas próximas vezes, envie sua dúvida para a comunidade “Tecla SAP :: Dicas de inglês” em http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=380657 porque assim outras pessoas colaboram oferecendo mais sugestões e todos saem ganhando.

Abraços a todos

Thays M. Ferreira
Thays M. Ferreira
14 anos atrás

Olá, Ulisses, tudo bem?
Puxa, legal essa do “papel ridículo”, né? Tenho duas dúvidas (bem, na verdade tenho um milhão delas!!!): quando falo de exibição de um filme, por exemplo, pra dizer que está em cartaz, posso usar exhibition?
Também gostaria de saber o que é “funk chicken” (li no txto Sunscreen). Você pode me ajudar?

Claro, não posso deixar de registrar mais uma vez meus elogios a você pelo Tecla Sap, que já faz parte da minha rotina! Parabéns!!!